sexta-feira, 13 de agosto de 2010

o que faz uma mãe perder a guarda dos filhos?

 

Antigamente era muito difícil ouvir falar que após uma separação a guarda dos filhos ficava com o pai.

Na década de 90 no colégio ouvi alguns dos meus amigos falarem que moravam com o pai e não com a mãe, mas isso só ocorria quando a mãe colocava a vida de seus filhos em risco.

Hoje li que a Adriana Bombom perdeu a guarda de suas filhas para seu ex marido Dudu Nobre, em vista de as meninas terem perdido muito peso, estarem com alguns hematomas pelo corpo e não fazerem atividades normais de criança além da escola.

Que triste!!! Como advogada vejo que os pais pobres disputam a guarda dos filhos para ficarem com a pensão alimentícia e não porque querem cuidar de seus filhos.

No caso dos famosos é diferente, sempre terminam o relacionamento “numa boa”, mas os filhos costumam ficar com a mãe. Nesse caso talvez a exposição na mídia e o desequilibrio psicológico fez com que a guarda fosse retirada da mãe, que chegou ao fórum para a audiência sorrindo e mandando beijos para os fotógrafos, via-se que ela estava muito preocupada com o que poderia acontecer.

Para piorar, Bombom só poderá visitar as filhas de 15 em 15 dias. Vai ter uma nova audiência daqui a 90 dias para verificar como as crianças estão.

Se a guarda foi modificada com certeza foi apresentada provas que a mãe não era capaz de cuidar das filhas, o que é muito triste, mas está ficando comum.

Espero que agora essas crianças fiquem bem!!!

 

 

241 comentários:

  1. Pois é,não sou famoso não mas eu como pai tenho melhores condições de criar minha filha e estou conseguindo,o judiciário tem que acabar com essa mentalidede de que só a mãe tem condições de criar os filhos,tem que ver caso à caso,me parece que o judiciário não tem condições plenas de averiguar cada caso em profundidade ou por falta de recursos humanos ou por falta de estrutura e na dúvida o juiz opta pela mãe mas como exeplo da bombom tem muitas mães que não tem a mínima condição de cuidar dos filhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo plenamente pois meu caso é o mesmo

      Excluir
    2. Concordo tbm, esse é o meu caso tbm...

      Excluir
    3. E mais comum do que muitos imaginam. Aquele ditado que mãe e quem cria acabou. me separei a 10 meses e com 8 meses de separado conquistei a guarda do
      Meu filho de 6 anos. aos que estão lutando pelo bem estar do filho e pela guarda sugiro o estudo psicosocial. Onde as máscaras caem. boa sorte.

      Excluir
    4. olha sou mãe,nem todos homens são assim como vocês o pai do meu filho xiga até minha mãe que não tem nada a vê e fala que vai vir com a policia e o advogado dele ,só porque eu não trabalho nunca pedi nada pra ele dar meu filho e claro é obrigação dele,mais si ele tem direito ele tbm tem dever de ajudar,não que por meu filho morar comigo eu quero a pensão nunca pedi e nem quero apesar deu não esta trabalhando na minha casa nunca faltou nada,mais mim digam uma coisa oque minha mãe tem a v~e com isso,eu deixei de fazer varias coisas pelo meu filho isso não conta ,minha mãe sempre sustentou meu filho e quando eu trabalhava eu ajudava e muito

      Excluir
    5. eu teno trez filhos e uma delas passou a morar com a avo cporque eu n tinha quem cuidasse dela so que agora minhas condiçoes estao melhores eu cooro o risco de perder ela ou nao para a avo paterna?

      Excluir
  2. bem...contarei minha historia...tive um breve relacionamento com o pai do meu filho...terminei antes mesmo de saber que estava gravida...Quando soube...fui logo falando com ele....Desde entao ele so foi em 1 ultra do meu filho pq a mae mandou...meu filho nasceu com dia e hora marcada....o pai do meu filho nem estava por la...somente a familia dele...Da pra contar nos dedos...as vezes que ele...o pai...veio visitar meu filho...Pois bem...meu filho desde pequeno comecou a ir pra casa da avo de 15 em 15 dias em um acordo verbal que fizemos...visto que o pai mora com a avó...sendo que ele nem fica com o filho quando ele esta la....Comecei a questionar o fato do meu filho nao ficar com o pai...nao ir pro cinema...essas coisas...visto que meu filho vai completar 6 anos no final desse mes....
    Agora a avo dele quer que meu filho durma la alem dos finais de semana de 15 em 15 dias....toda terca e toda quinta...e ja soube que ela esta preparando pra tentar tirar meu filho de mim....Nao trabalho...mais moro com uma pessoa que trabalha...ja estou com essa pessoa antes mesmo do meu filho completar 1 ano...meu filho tem a figura paterna nele...
    resumindo...a avó...junto com o pai..podem tirar meu filho de mim?

    ResponderExcluir
  3. Renata, dificilmente eles vão conseguir tirar seu filho de vc. Desde sempre é vc quem cuida dele, sempre esteve presente e dá uma vida digna para ele, então não existe razão plausível que faça um juiz dar a guarda para o pai da criança.
    Fique tranquila e dependendo da idade do seu filho converse com ele, diga o que está acontecendo a sinceridade é a melhor saída. Boa sorte

    ResponderExcluir
  4. Namorei e noivei como uma garota de 22 anos iriamos nos casar agora 3 de dezembro, mas infelizmente terminamos o noivado devido um pécimo habito que ela tem, de sair para bares e baladas,e concequentemente beber muito, ela tem uma filha de 5 anos, e o pai entrou na justiça querendo a guarda da criança, hj realmente vejo que o pai e a madastra tem melhores condições financeiras e psicologica para oferecer uma otima criação para criança, pois enquanto a mãe sai para se divertir ou "espairecer" como diz ela, de segunda á Sabado, a criança fica na casa da avó e do avô de consideração!

    ResponderExcluir
  5. Moro com meu pai e meus irmão, meu filho so quer ficar com a gente, não com a mãe.
    Minha ex mulher mora com a mãe.
    Meu filho tem oito anos de idade esta atrasado na escola, não tem um plano de saúde, a pensão que eu do para ele dar muito bem para ela fazer isso pra ele mas não faz.
    Ele caiu da arvore la em casa flaturou o femo, graças a DEUS ele esta super bem.so não esta podendo apoiar a perninha dele ainda.
    Colocamos ele numa explicadora la perto da casa do meu pai mesmo.ele esta adorando.
    Antes de sofrer este acidente ele estava estudando la perto onde a mãe mora hoje com sua mãe, ele nunca gostou, ele quer estudar la perto da gente.
    Ele Platicamente esta morando comigo, meu pai e meus irmão, ele esta adorando, por que nao quer mora com a mãe.
    Continuo pagando pensao alimenticia a ela.
    Fico comedo de entrar na justiça para ter a guarda dele, por que ela pode ir la em casa e levar ele, e nos não poder fazer nada. o interece dela sempre foi o dinheiro da pensão. so JESUS sabe oque ela faz com o dinheiro da pensão,não er para os beneficios dele pode ter serteza disso.
    Me separei da minha ex mulher ja tem uns tres anos, pago pensão todo mes,descontado em folha.
    Ela não usa este dinheiro da pensão com ele.
    Ele esta morando comigo e meu pai, ele com a gente tem educação, saude, alimentação e muito amor.pode perguntar aos vizinhos.
    Meu maior medo e ela querer levar ele da gente, e eu não poder fazer nada.ele tem oito anos.
    Quando ele tem que ir com a mãe para casa dela ele começa a ficar triste, por que ele que ficar comigo não com ela.
    Ela nunca trabalhou, não tem um estudo adequado,muito menos a quinta serie.
    unica renda dela e a pensão do meu filho, que eu saiba e para os benificios do meu filho. mas não er.


    Oque devo fazer por favor me de uma orientação.
    Estou desesperado com esta sintuação

    ResponderExcluir
  6. Boa noite Paola, me separei a 4 meses tenho dois 2 filhos um menino de 7 e uma menina de 5, quando me saparei a minha ex-mulher foi morar na casa da mãe com as crianças, porém a sua mãe e expulsou de casa ela foi morar com as crianças no fundo de um bar, os tios dela vendo a situação em que se encontrava pediu para ficar com as crianças até ela arrumar uma casa. Dou toda a assistências foi definido pelo juiz que pegaria as crianças de 15 em 15 dias porém pego ele todos os finais de semana e ainda levo o menino no psicologo toda a quarta feira além da pensão pago o tratamento psicologico para o menido e o plano de saúde, caso as crinças morando com os tios dela ou ela continue morando nos fundos de um bar, eu consigo a guarda das crianças?

    ResponderExcluir
  7. oi Leandro, se essa situação permanecer com certeza vc consegue a guarda de seus filhos. Primeiro porque a mãe não tem condições financeiras e nem psicológicas para criá-los e segundo, porque o pai tem preferência em relação a todos os outros parentes a ficar com a criança. Acredito que se vc conseguir provar onde ela está morando e que os filhos estão com os tios, vc consegue a guarda. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  8. Olá Paola, meu ex e eu que tivemos um relacionamento de dois meses, com graças a isso, meu filho irá nascer daqui a um mês. No inicio eu morava em outro estado e estava trabalhando, mas meu contrato acabou e eu acabei ficando desempregada e por descobrir estar gravida, optei voltar pra casa da minha mãe. Ele disse que daria suporte e faria de tudo pelo filho, mas ele liga quando quer, e das ultimas vezes que me ligou, disse que o advogado dele iria buscar a criança porque segundo ele eu não tenho condições de cuidar da criança e que ele quer receber a pensão. Mas minha mãe e meu pai, estão me dando todas as condições financeiras, hospitalares, tudo, tudo mesmo que a criança ou eu necessite até voltar a trabalhar. Quais as chances de perder a guarda? Mesmo sabendo que quando eu voltei pra casa da minha mãe, eu deixei com ele endereço e já insisti para que ele pudesse vir e conhecer a cidade, o hospital onde o bebê nascerá, saber onde eu moro e tudo mais, e ele nunca se preocupou em vir, ou ligar pra saber se o bebê precisava de alguma coisa. So liga agora mesmo, pra ficar ameaçando a tirar a criança. O que posso fazer?

    ResponderExcluir
  9. Oi Ludmila, não acredito que ele consiga a guarda de seu filho, até porque ele não nasceu e nos primeiros anos de vida necessita muito da mãe. Lógico que ele deve estar falando isso por provocação. Fique tranquila porque isso prejudica sua gravidez, curta seu filho durante o período necessário (licença maternidade) para vc arrumar outro emprego. Quando seu filho nascer imediatamente entre com uma Ação de Alimentos para pedir pensão porque ai vc não fica dependendo da "boa vontade" do pai. Abraços , boa sorte.

    ResponderExcluir
  10. bom dia paola meu nome e miriam.*vou tentar resumir
    tenho uma filha no rio que tem um bb vive com meu ex pois não gosta de campos
    e ela não quiz morar com o pai do bb e ele vive infernizando a vida dela
    semana passada ela foi no centro fazer umas compras e estava chovendo muito
    ela deixou o bb com a madrinha
    o pai do bb chegou e levou ele para casa dele
    mas quando ele chegou em casa a mulher dele tinha ido com minha filha
    ele ficou puto e mandou uma pessoa que minha filha nunca tinha visto entregar o bebe ao avô que vem a ser meu ex
    quando ela chegou ela foi lá buscar os pertences do bb ele nao quiz entregar
    *eles discutiram e a mãe dele segurou ela e ele bateu nela
    e agora eles estão dizendo que vam ao conselho tutelar para pedir a guarda do bb
    alegando que ela não tem responsabilidade
    pois ela e rockeira tem cabelo roxo tem tatuagem e eu não vivo la com ela
    e assim ela esta desisperada achando que eles vam conseguir tirar o bb dela por favor preciso de uma orientação

    ResponderExcluir
  11. olá, não se perde uma guarda tão facilmente. A sua filha deveria fazer um boletim de ocorrência pela agressão, pois isso vai ajudar num futuro processo de modificação de guarda. O importante é sempre demonstrar que sua filha tem condição de cuidar da criança, não importando a cor do cabelo ou se tem tatuagem. Hoje os juizes julgam a situação e não a pessoa. Mande seu e-mail para ajudá-la se tiver mais dúvidas. Abraços e boa sorte.

    ResponderExcluir
  12. ola tenho um filho de 01um ano e 11meses, vamos ao inicio da historia que eh longa!!! conheci o pai do eu filho e ficamos algumas vezes, depois veio a gravidez, na epoca eu estava num site de acompanhates, o pai com razao duvidou da paternidade, onde eu tinha certeza obvio que era dele. Passou-se minha gravidez e o pai nunca acompanhou nem auxiliou em nada, tanto financeiramente como pscicologicamente, desde o inicio ele pediu p fazer aborto, como disse nao ele durante toda gestação disse jamais querer olhar p cara da criança, minha gravidez foi dificil, tive deslocamento etc... meu filho nasceu dia 20 de novembro, avisei p o mesmo onde ele disse só querer saber do menino quando desse para fazer o teste de dna, fazer o que???? meu filho passou 1 mes na uti e o animal disse nao ser problema dele, e repetiu so me interessa quando puder fazer o exame. Com 3 meses de idade ele marcou e comprovou a paternidade, e mesmo assim nem sequer quis saber do meu filho, passou a dar uma pensao de 250 mensais, o que nao ajudava muito, pois meu filho nasceu com intolerancia a lactose onde a lata custava 72r$, depois de certo tempo consegui ajuda do governo porque passou a usar o neo cate, continuando pasei 10 meses tentando aproxima-lo do meu filho, ate que ele veio uma noite bebado ainda por cima ver meu filho. Depois desse dia, demorou para haver outra visita, (detalhe depois de eu filho completar um ano de vida voltei a minha vida de garota de programa). Durante algum tempo ficou so ligando p saber do meu filhote, ate que entramos no acordo dele passar um sabado ou domingo com bÊ, e assim ocorreu. Moro com meu filho na casa de minha mae onde ela vive com uma companheira se é que me entende, elas vivem em pe de guerra, e por causa disso precisei que o pai cuidasse dele ate que eu me organizasse e alugasse um apt p mim e meu filho, ele no começo disse: ta jogando uma bomba p mim etc... durante esse tempo quase 3 meses, eu continuei no site e morando com umas amigas, onde nao era ambiente p meu filho, porem aos fins de semana ele trazia p eu ficar com ele, ate que quando estava pronta pedi p trazer meu filho e ele disse q so veria meu filho na justiça pois ele entraria com pedido de guarda. Voltei p casa de mimnha mae e peguei meu filho de volta, o mesmo continua com a ideia, pois diz que eu perderei por ser garota de programa, morar com minha mae e sua mulher, e nao ter estrutura. ISSO PODE ACONTECER MESM DRA.? Sou gp sim mas dou a meu filho o melhor do melhor, nao usoo drogas, nao bebo, quando saiu p trabalhos que duram no max 2 horas meu filho fica com minha mae ou minha prima, posso perder a guarda mesmo? nao vivo sem meu filhote. Po favor me responda lais

    ResponderExcluir
  13. olá, com certeza será uma grande batalha judicial! O fato de vc ser g.p. fará com que o juiz peça um estudo social, ou seja, uma assistente social irá até a sua casa, irá a casa do pai da criança, e todos passarão por psicologo para ver realmente quem tem melhores condições de cuidar e criar o bebe. Tudo isso não quer dizer que vc irá perder a guarda de seu filho, mas é importante vc se estruturar para quando esse dia chegar vc ter condições de criá-lo. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  14. dra. e o fato de eu morar com minha mae em tl ituação implica alguma coisa, seria melhor que eu morasse sozinha? POR FAVOR ME DIGA A PORCETAGEM DE CHANCE QUE TENHO DE PERDER MEU FILHO, O PAI ENTROU NUM ACORDO DE ATE PROXIMO ANO MEU FILHO PASSAR UMA SEMANA COMIGO OUTRA COM ELE, EU ACEITEI COM MEDO DELE SEGUIR EM FRENTE COM O PROCESSO, MAS NÃO ESTOU GOSTANDO DA SITUAÇÃO POIS MEU FILHO TEM MUITOS ALTERAMENTOS DE COMPORTAMENTO. SE EU PARAR DE SER GP, O QUE DEVO FAZERR POR FAVOR ME AJUDE, TAVA PENSANDO EM ENTRAR COM UM PEDIDO DE REGULAMENTAÇÃO DE VISITAAS, POREM TENHO MEDO TAMBEM QUE ISSO PIORE A SITUAÇÃO????????? :( LAIS

    ResponderExcluir
  15. Olá Lais, fique calma, o fato de vc ser g.p. não é motivo suficiente para perder a guarda de seu filho. Para isso acontecer o pai dele precisa provar que vc não cuida dele, o deixa sozinho p trabalhar, ou trabalha no mesmo ambiente que ele. Também, tem que ser provado que vc o maltrata, deixa trancado e coloca a vida dele em risco. Se a vida dele é normal, não tem problema. Vc pode entrar com uma Regulamentação de Visita se vc não quiser q fique uma semana em cada casa, particularmente acho ele muito pequeno para usar a guarda compartilhada. O ideal é conversar com o pai e explicar a situação. Deixar a visita aos finais de semana e ele morando com vc. Também o fato de vc morar com sua mãe não a prejudica, desde que a vida de seu filho não esteja em risco. Abraços Paola

    ResponderExcluir
  16. REALMENTE ESTOU COM MUITO MEDO DE QUE ALGO ACONTEÇA DRA. PAOLA, E VOU ENTRAR SIM COM O PEDIDO POIS TB NAO CONCORDO COM TANTO TEMPO MEU FILHOTE LA. QUANDO SAIO A TRABALHO AGORA, SÓ VOU A NOITE DEPOIS QUE O COLOCO P DORMIR, E DEIXO ELE COM MINHA MÃE, A PASSEIOS NEM SE CONTAM,AS VEZES SAIMOS DO SHOPPING QUANDO NÃO HÁ MAIS NINGUEM KKK, ME DIVIRTO SEMPRE COM MEU FILHO, SOU TAO DEPENDENTE DELE QUE QUANDO ELE NAO ESTA AQUI NAO CONSIGO DORMIR, AMANHEÇO O DIA. MUITO OBRIGADA MESMO PELA ATENÇÃO, QUE DEUS LHE ABENÇOE D++++ QUE ANJOS LHE ILUMINEM SEMPRE, BEIJOS MEU E DO MEU FILHOTE BERNARDO
    LAIS
    IMAGINE EU LHE DANDO UM ABRAÇO BEM FORTE E IMENSAMENTE AGRADECIDA PELA ATENÇÃO DA SENHORA, ARFF A ALEGRIA TÁ IMENSA NO MEU CORAÇÃO NESTE MOMENTO.

    ResponderExcluir
  17. Oi a minha filha não esta estudando por motivos de depresão e ja chegou uma carta aqui do conselho do telar e eu queria saber se eu posso ser presa e perder aguarda dela.Ela tem 14 anos.Por favor me responda rapido por que eu vou la no conselho du telar dia 04/11/2011.OBRIGADA....

    ResponderExcluir
  18. An�nimo disse.....
    Oi gostaria de saber como fa�o para regularizar a documenta�o do meu filho pois ele mora comigo e meu marido desde que nasceu a m�e nunca venho atras e alem disso e viciada em drogas quero saber para colocar meu nome na certid�o de nascimento dele pois cuido desde do seu primeiro dia de vida j� esta com 3 aninhos e a m�e sumiu nunca venho atras,esta registrado com no nome dela e de meu marido e ela deixou com ele e nunca venho atras,aguardo respostas???

    ResponderExcluir
  19. ola comecei a namorar o pai da minha filha eu tinha 19 anos, quando tinha 24 para 25 queria ter uma filho fzemos varios exames e ele tem problemas e so tinha 40% de chance de me engravidar..... so q um milagre aconteceu e eu consegui engravidar..so que 3 anos depois conheci uma mulher e estou com ela a quase 1 ano em menos de um ano ele agrediu minha companheira e quebrou o dedo dela com isso esta repondendo na justiça......tive uma audiencia em que naum houve acordo por parte dele e ficou especificado uma outra audiencia para fevereiro ele tera pagar 580 reais ate fevereiro ele ja esta devendo 3 meses e disse q agora ele keria negociar masi eu naum vou negociar com ele agora
    e ele disse q quer a guarda da minha filha pq eu estou morando com uma mulher ele pode ter a guarda da minha filha ele nunca deu nda
    fui morar com ele pq a mae dele pediu naum pq ele foi homem pra assumir agora esta kerendo a guarda qual seria eu proximo passo ele ja me agrediu tbm e tem uma aççao contra ele na lei maria da penha qual a chance dele ganhar

    ResponderExcluir
  20. ola dr. Paola, tenho uma dúvida e ainda n consegui resposta na net.
    meu irmao engravidou sua namorada na epoca com 16 anos.. viverem na casa de meus pais.. teve um segundo filho...
    porem antes de conhecer ela. ele tinha carro, e um consorcio onde trocou por um carro zero.ja no periodo de relacionamento ele comprou um lote em um condomino fechado.. como a união se desfez e n era legalizada.. ele vendeu o terreno e dividiu com ela.. porem ela mora com seus pais,deixa os filhos em casa e sai quase tds as noites p boates de baixo nivel, os pais sao humildes e ignorantes, acham q meu irmao deve pagar absolutmante td p ela e n so p os filhos,
    os filhos sao gordos como ela e sua familia.. eles estao com carie nos dentes a um ano, a menina de 6 anos tem um tipo de vaginose n tratada..
    acaba q meu irmao passa 70% do tempo com os filhos por desinteresse dela.. está construindo uma casa bem confortavel, está casado legalmente.
    pergunto
    quais sao os reais direito da ex..
    oq mais meu irmao deve a ela..
    e se eh possivel requerer a guarda dos filhos
    sabendo-se q os pais dela se queixam por ela n ir atraz de trb, viver em sites de relacionamento e sair quase tds as noites.
    grata por responder
    ana cristina

    ResponderExcluir
  21. 1º anônimo = infelizmente estava viajando e não pude ver seu comentário. Vc terá que provar no Conselho Tutelar que sua filha não está estudando porque está em depressão, mas que está tendo tratamento para a doença, assim eles vão ver que vc está fazendo o possível para essa situação melhorar. Mesmo assim, provavelmente, vc e ela serão encaminhadas a um psicologo para verificar os motivos que levaram sua filha a ter depressão. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  22. 2º anônimo = Vc deve entrar com um pedido de adoção para mudar o nome da certidão de nascimento dele. Como é filho legítimo do seu marido e a mãe dele está desaparecida, e é viciada em drogas acredito que seja mais fácil. Procure a Defensoria Pública ou um advogado para ingressar com o processo ou para maiores informações tente falar no Conselho Tutelar que eles encaminham um profissional para vc. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  23. Olá Rosângela, o fato de vc morar com uma mulher não a faz uma mãe ruim! Se seu filho está sendo bem criado, tendo bons cuidados não há o que temer, até porque o seu ex marido já mostrou que é uma pessoa violenta. Sempre que ele a agredir faça um Boletim de Ocorrência, assim, se ele entrar com o pedido de guarda vc terá provas de que ele não tem condições para cuidar de uma criança. Sobre a pensão, faça acordo sempre na Justiça porque assim vc está documentada. As pensões em atraso ou vc entra com uma execução de alimentos para cobrá-las ou ele deposita judicialmente o que ele está devendo para se isentar da prisão. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  24. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  25. olá, Ana Cristina, a ex do seu irmão não tem direito algum, seu irmão fez certo em dividir o terreno porque nesse caso ela tinha direito a 50%, mas como é jovem não tem direito a pensão. Seu irmão não deve nada a ela, e se ela não entrou com ação para cobrar é porque sabe que não tem direito a nada.
    É possível seu irmão pedir a guarda dos filhos dele e provavelmente consegue ganhar, já que a mãe não cuida corretamente das crianças. Quando a guarda for modificada para o seu irmão ele deixará de pagar pensão e ela que deverá pagar pensão dos filhos para ele, e terá direito a visitas que serão definidas no processo.
    Espero ter ajudado, boa sorte.

    ResponderExcluir
  26. Paola teria como voce me passar teu MSN para poder tirar algumas duvidas, nao queria expor a situacao em Blog! Pois tenho medo, pois se eu postar aqui acho que ele sabe que eh eu! Por causa da Situaçao!

    ResponderExcluir
  27. Paola teria como vc me add no msn e apagar esse recado! Miss_Gats_Roane@hotmail.com

    ResponderExcluir
  28. Bruna...
    Dr.Paola,Tenho uma filha que vai completar 2 anos e a familia do pai nunca foi tao proxima a ela.Agora o pai e a familia dele estao querendo passar os finais de semana com ela e o pai esta querendo levar ela,ele nao dá pensao entao gostaria de saber se ele tem chance de ganhar isso na justiça?obrigada desde já

    ResponderExcluir
  29. Bruna, o ideal seria vc entrar com um processo de Regulamentação de Visita, porque aí será determinado os dias da visita e como ela será feita. Não importa se ele visita ou não a criança, ele tem que pagar pensão de qualquer jeito. Caso não tenha pensão determinada pela justiça, entre com uma Ação de Alimentos para o valor ser determinado judicialmente e no caso de não pagamento vc poder fazer a execução podendo ele até ser preso. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  30. Saudações Paola
    Me casei grávida e fiquei casada ate a criança completar 2 anos.Ele (ex marido) morava comigo na casa da minha mãe e quando nos separamos estava grávida de 4 meses do meu segundo filho.Ele saiu da casa da minha mãe e foi embora,não acompanhou minha gravidez e nem demonstrou interesse em saber da criança de 2 anos . Fiquei sem noticias dele por 3 anos,sem saber onde morava,trabalhava,sem ele ajudar com nada e nem sequer ligar pra saber dos filhos . Meus filhos hoje estão com 5 e 3 anos e ele apareceu querendo a guarda . Moro com meus filhos e minha mãe,em uma casa ampla,damos muito amor e carinho as crianças,minha mãe é pensionista e eu trabalho autonoma . O que vc acha dessa situação ? Tem algum risco dele conseguir a guarda mesmo ficado ausente sem noticias por 3 anos ?

    ResponderExcluir
  31. olá, fique tranquila dificilmente ele conseguirá a guarda, talvez está falando isso para importunar, porque como abandona os filhos por 3 anos e depois aparece querendo "causar". Não se abale, procure saber onde ele mora e se está trabalhando, ai vc entra com uma Ação de Alimentos para que ele comece a pagar pensão alimentícia para seus filhos. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  32. ola tenho filho de 5 anos minha mulher nunca tem tempo pra ele ... agora venho a desconfiar que ela esteja me traindo... e pra ficar pior parece que ela esta gravida de outro homen nesta situacao nesta situacao como ficaria a guarda do meu filho caso isso seja concretizado ...

    ResponderExcluir
  33. Olá Paola tenho um filho de 3 meses e a mãe dele estamos em uma união estável, moramos com minha família, minha irmã e meus pais ajudam a cuidar do bebe para trabalharmos e eu trabalho a noite faço 12 por 36 horas, minha "esposa" tem um filho de 3 anos de outro relacionamento e a guarda está com os avós paternos, ela pega ele par passar o dia em casa mas mal dá atenção para a criança assim como para nosso filho. Se eu terminar com ela e quiser a guarda de meu filho que amo muito e sei q ela não tem condições psicológicas e emocionais para cuidar da criança tenho chances? Se uma assistente social analisar ela e o perfil meu e de minha família tenho chances de ganhar a guarda?

    ResponderExcluir
  34. olá, se sua companheira não tem a guarda nem do filho mais velho dela, provavelmente é porque não tem condições de cria-lo e nem intenções de ficar com ele. NO caso de uma futura separação se vc tentar ficar com a guarda muitas coisas pesarão, e a probabilidade de vc ser vencedor é muito grande.
    boa sorte.

    ResponderExcluir
  35. olá, sobre sua esposa estar grávida e vc desconfiar que é de outro, a primeira coisa a fazer é o exame de DNA, caso ela se negue a submeter a criança ou exame, entre com uma negatória de paternidade e peça para ser feito o exame, somente assim haverá comprovação da paternidade. Diante dessa situação, caso vc tenha interesse em ficar com a guarda de seu filho, entre com a Ação de Guarda e vc passar por estudo social com assistente social e psicologos para ser avaliado. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  36. Paola boa noite ,tenho um filho de 9 anos que a 7 e meio mora com a mãe ,ela quando nos separamos o abandonou na casa da avo e eu fui busca-lo.Pois bem ,quando ela se casou novamente permiti que levassem meu filho.Ogaroto precisa de cuidados especias pois tem doença neuromuscular e faz acompanhamento pela AACD,sempre tive ascesso a ele ,sempre fica comigo e pago plano de saude,compro os materiais ortopedicos que precisa e remedios,leite bolachas e outros e ainda dava 300 reais por mes.Descobri que o menino tem uma pensão de 540,00 que pelo visto nunca foi usada com ele ,tudo gira em torno de 800 reais livres para ele,ela nunca o levou numa consulta de fonoaudiologo,fisioterapia ,e outros que poderiam ajudar no desenvolvimento da criança,sempre alegando dificuldades em sair com duas crianças já que ela tem outra filha.o que entendo é que lhe faltou vontade pois com esse valor daria para pagar taxi o mes todo e leva-lo a todos os tratamentos já que o plano esta em dia e era só marcar.Verifiquei também na escola do menino que é publica que o mesmo está com 75% das faltas permitidas correndo o risco de perder o ano letivo,inclusive foi enviada uma carta do conselho tutelar a ela.nosso acordo era verbal então retive meu filho já que ela se separou novamente.Entrei com o pedido de guarda e estou aguardando.Quais as chances?

    obrigado
    Rodrigo

    ResponderExcluir
  37. leide dayane alves2 de dezembro de 2011 00:21

    sou da paraiba cidade bem pobre,trabalhava lá e ganhava 100 reais,tenho dois filhos,sempre os criei.o pai deles nunca me ajudou,a mãe dele é q dava 50 reais pros dois.a quase dois anos vim pra são paulo e deixei lá com minha ex-sogra,nesse tempo não consegui busca-los só agora posso.mas falaram q perdi eles,por favor me ajuda,passo noites chorando eu amo meus filhos,ja sofri muito.eles não deixam eu falar com eles.me ajuda o q posso fazer?obg,pela resposta!

    ResponderExcluir
  38. OLÁ DRA.
    SOU CASADA COM UM HOMEM MARAVILHOSO, POREM ELE TEM 3 FILHOS DO PRIMEIRO CASAMENTO, QUE ALIAS OS 2 MAIS VELHOS (20 E 13 ANOS) MORAM CONOSCO, A MAE DELES INFERNIZA MUITO A VIDA DO MEU MARIDO,ELE PAGA PENSAO PARA O CAÇULA DE 10 ANOS QUE MORA COM ELA, É DESCONTADO EM FOLHA E PAGA O PLANO DE SAUDE TAMBEM, POREM ELA POE O MENINO CONTRA O PAI, E AGORA ENTROU NA JUSTIÇA PEDINDO AUMENTO DE PENSÃO ALEGANDO QUE O NÃO TEM CONDIÇÕES DE SUSTENTAR O MENINO E QUE ELE PRECISA DE TRATAMENTO MEDICO, NÃO ENTENDO POIS, ELA USA O PLANO DE SAUDE PARA TODO O TRAMENTO DA CRIANÇA (TRATAMENTO HORMONAL, ELE TEM IDADE OSSEA MENOR DO QUE A IDADE NORMAL).O MEU MARIDO QUER PEDIR A GUARDA,QUERIA SABER SE ELE TEM ALGUMA CHANCE E O QUE ELE DEVE FAZER.

    ResponderExcluir
  39. Ola Paola!Boa Tarde!Tenho um fihlo de 11 anos que sempre morou comigo.Ele é fruto de um breve relacionamento entre mim e o pai dele.
    Não foi registrado pelo pai quando nasceu.Quando ele tinha uns 2 ou 3 anos apareceu em minha casa o avo paterno que disse que iria ajudar.E realmente ajudou.Fez praticamente o papel de pai.nem iso fz o pai do meu filho registra-lo.Esse registro só veio com ele ja com 8 anos.
    Acontece que tivemos um desentendimento grave(por conta do autoritarismo do avo) e ele disse que não queria mais saber de nada.
    Fiquei quieta até começar a receber ameaças do pai que do dia para a noite resoveu ser o pai mais presente e responsavel do mundo.Agora ele diz que estou brecando o acesso dele ao filho e que esta entrando com uma ação para pedir a guarda.
    Meu filho realmente não quer sair com ele.Não há ligação afetiva/emocional.O pai sempre foi ausente.O que fazer??Que conselhos me daria??

    ResponderExcluir
  40. Paola BOM DIA,me chamo Rodrigo e sou o pai do menino citado acima que acompanha na AACD.qUAIS AS CHANCES?
    Obrigado

    ResponderExcluir
  41. Rodrigo, no caso do seu filho vc pode conseguir a guarda se demonstrar tudo que falou, do desinteresse da mãe, da falta de cuidados, falta de estímulos em uma criança que necessita de atenção especial. Entre com o pedido de guarda que acredito que vc terá êxito. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  42. Olá Leide vc tem que entrar com um processo para reaver seus filhos, se vc tem a guarda, tem que entrar com uma Busca e Apreensão de menor, mas se ainda não tem a guarda tem que entrar o esse pedido. Não será fácil, porque vc deixou as crianças para ir para São Paulo, num processo isso conta, mas não quer dizer que não consiga a guarda deles. O ideal é demonstrar que vc tem condições psicologicas, financeiras e que as crianças querem ficar com vc. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  43. Olá Leka, o fato de seu marido ter a guarda dos outros 2 filhos dele já é muito bom, quer dizer que ele tem condições psicológicas e financeiras para cuidar do outro, e tendo provas do descaso da mãe e dela estar usando da alienação aparental, entra no meu outro Blog (Liga da Família) que lá explica o que é, seu marido tem grandes chances de modificar a guarda. No caso dele tem que entrar com uma ação de Modificação de Guarda. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  44. Olá Manuela, fique tranquila, o fato dele aparecer agora não modifica o que ele deixou de fazer por todos esses anos, e seu filho já sabe o que ele quer e o que não quer, podendo ser ouvido num processo de modificação de guarda. Tente manter uma relação saudável com o pai do seu filho, fazendo a sua parte, mas deixando claro que não vai abrir mão dele por nada. Boa sorte.

    ResponderExcluir
  45. leide dayane alves8 de dezembro de 2011 18:17

    obg,paola por mim orientar ,estou aqui em são paulo tenho uma filha de dois meses,moro com o pai dela,trabalho registrado,posso entrar com ação na justiça daqui?caso a familia do pai não queira me entregar eles?o menino ainda lembra dde mim,mas a menina não.minha renda com meu marido chega a ums 2000,00$por mes.o menino tem 6 anos é ele q escolhe com quem quer ficar?como sei se tenho a guarda deles?eu tenho os registros aki comigo.vc ja viu um caso parecido?muito obg,pela atenção!Q Deus te proteja sempre

    ResponderExcluir
  46. Olá Paola, tenho um casal de filhos, fui casada 13 anos, quando engravidei da minha maior hj com 11 anos, estava separada e morava sozinha, tive neste tempo um namoro, mas em um determinado momento reecnontrei meu ex marido e nos relacionamos e engravidei, voltamos pq tinhamos certeza que o bb era nosso, passado 11 anos, hj separada legalmente, esposa do meu ex, questionou paternidade alegando que ele disse que pequena n era dele, pra resolver situação, já que ela ameaçou contar pra minha filha. fiz o DNA particular, onde foi constatado que ela não é mesmo filha dele. DEpois disso o que era pra ser mais tranquilo virou um inferno. Guarda dos meus dois filhos está comigo, porem eles não querem ir com o Pai, vão ver mas não querem dormir, alegando dificuldades na relação com a madrasta, Hj minha filha de 11 anos sabe de tudo pois fiz questao de contar e esclarecer, ela at etem contato com o novo Pai, mas tudo muito superficial, Meu ex marido , fica ameaçando por telefone tirar eles de mim, Hoje sou casada novamente tenho residencia fixa , temos uma vida normal, o que devo fazer?
    Agradeço Atenção

    ResponderExcluir
  47. ola paola..
    tem 5 anos que estou morando com um homen so q nao somos casados legalmente. temos 1 filho de 3 anos,nunca trabalhei pois ele nao deixa. nos separamos mas ele e a familia querem tirar meu filho de mim. eles alecam que nao tenho condiçoes financeiras nen psicologicas pois ja tive depressão. mesmo assim quero meu filho
    quais são os meus direitos? ele pode mesmo ficar coma guarda do meu filho?
    obrigada

    ResponderExcluir
  48. Oi Paloma.
    Estive morando com a mae do meu filho durante 1 ano mais o menos,infelismente ela viajava de mais e levava meu filho junto pq eu trabalhava durante o dia e por isso ela levava...Na ultima viagem ela foi numa quinta feira e fico de voltar no sabado,ela mandava msg e dizia q voltava no dia seguinte e acabo ficando mais de 10 dias viajando...Quando ela chego de viagem eu peguei um papel no carro escrito o nome dela e do ex namorado q mora na cidade onde ela morava,ae eu sai da casa dela e to morando com minha mae agora na mesma cidade,qndo fui buscar o restante das coisas eu vi no celular dela msg q ela enviava pro ex dizendo até q ele era a unica pessoa q ela amava,ela não trabalha vive com a pensao do Pai e outro dia fui na casa dela e ela estava com uns parentes lah,entao ela passo no meu serviço 1:30 da nae com os parentes e meu filho de 8 meses no carro,simplesmente ela estava dando voltas na rua com meu filho junto e escutando som alto no carro,qndo eu sai do serviço eu passei na frente da casa dela e as 3:30 da manha ela com os parentes escutando musica alta dentro da casa dela,ai fikei na frente da ksa dela escondido e liguei pra ela,ela disse:abaixa o som,ai ela atendeu o cel com voz de quem estava dormindo e eu logo disse,Hey ñ vai dizer q estava dormindo pq ñ estava,e q som eh este a essa hora da madrugada,kd meu filho? ela disse:dormindo ué,ai eu disse:dormindo com este barulho,olha isso ñ eh hr de barulho,ainda mais com bb dentro de casa,ai ela disse:tá cuidando da minha vida agora? eu disse: da tua vida eu naum quero saber nada,mais vou querer saber de q maneira meu filho estava sendo cuidand@o!quer dizer,meu filho fica na rua ateh altas horas com ela andando de carro e som alto e de madrugada as vezes nao dorme pq a mae toca som alto e faz festa...Ela está com depressao a algum tempo,entao ela sai muitas vezes a noite e larga o nosso filho na casa da tia dela e depois busca,ontem mesmo eu disse a ela,a hr q eu sair do serviço te ligo pra mim dar um boa noite pro meu filho,liguei pra ela e ela nao atendeu,fui atraz dela e ela estava na rua com um ex q mora aq na minha cidade,o guri já foi até preso por causa de drogas.resumindo,eu gostaria de saber quais as chances q tenho pra ganhar a guarda do meu filho,ela tem depressão,eh mentirosa,fica fazendo festas com meu filho dormindo de madrugada,scuta musica alta com ele dentro do carro,a casa q ela mora hoje vai fazer 1 mes jah q ela se mudo pra essa casa,se ela fico 1 semana nela foi muito,fica só viajando pra casa de parentes,ai deixa meu filho com os parentes e vai ver os ex namorados etc...Me ajuda por favor.obg

    ResponderExcluir
  49. ...sem tirar a mensagem q ela me envio dizendo q minha familia eh sangue suga,alcolatras,maconheiros,ex presidiarios etc...Agora tu axa q uma pessoa dessa tem juizo na cabeça pra cuidar de um filho? Me ajuda ai Paloma! fica com Deus e obg pela atenção!

    ResponderExcluir
  50. e como a pensao dela eh da Policia ela naum pode ter relacionamento estavél se não perde a pensão,eu indo a justiça e provando minha vida com ela a mais de 1 ano juntos morando juntos ela perde a pensão? e tudo que ela conquistou junto comigo,tenho direito de algo? Me separei mesmo por causa das mentiras dela e das traiçoes dela com os ex namorados dela,por mt tempo fui enganado por ela,mais graças a Deus consegui desmascarar ela...Provas humanas serve ou não? obg Paloma!

    ResponderExcluir
  51. Ola Paola...a poko passei na frente da casa da minha ex esposa e ela estava lah fazendo festa e com som alto,e no meio da farra meu filho,axa q um bb de 8 meses merece ser criado por uma mae dessa? qse 2 da manha e ele no meio com um monte de povo e som alto? (sou o mesmo dos 3 ultimos topicos ae de cima postado)

    ResponderExcluir
  52. olá...
    tenho um filho de 1 ano e 6 meses. Na gravidez o pai dele esteve desempregado e em depressão(não sendo essa a primeira vez)e eu vendi meu carro e tudo que tinha para fazer o enxoval do me filho.A família do pai nunca veio ver a criança. Assim que o bb nasceu, ele conseguiu um emprego e melhorou de vida. Com isso vieram as boates, bebedeiras, embriaguez, bares etc. Quando a criança fez 1 ano, ele ofereceu ajuda para a festa e faltando 1 mês, mandou tirar tudo que ele ajudou, inclusive o local da festa.
    Tem um comportamento bipolar, sempre veio visitar o filho quando quis e na hora que quis e hoje me pôs na justiça querendo levar o menino de 15 em 15 dias. Eu não confio nele, e por esses dias a mãe dele me falou que "não quer essa criança na casa dela". Estou desesperada e quero conseguir a visita assistida. Sempre cuidei do meu filho sozinha e acho que o psicológico dele será abalado sendo ele obrigado a ir com praticamente "estranhos" . Oq eu faço???

    ResponderExcluir
  53. Olá tive um relacionamento com um rapaz mais acabou não dando certo,logo depois me envolvi com uma outra pessoa mais foi apenas uma aventura!engravidei mais acreditava ser do meu primeiro relacionamento,depois q a criança nasceu fizemos DNA mais ele não é o pai biologico.Então agora vou fazer o exame com o outro rapaz estou fazendo particular para ser mais rapido mais tenho muito medo de perder a guarda da criança pois quando eu registrei meu filho foi só com meu sobrenome!ai então veio uma intimação para revelar o nome do suposto pai eu levei o nome no forum mais eu ja tinha feito o exame estava esperando o resultado!mais infelizmente deu negativo.Agora tenho que levar o resultado mais estou com medo de tirarem ele de mim.Eu estou fazendo o possivel para criar ele e dar o que ele precisa.Tem algum perigo pelo fato de ter que fazer outro exame para comprovar a paternidade?Sei que foi meu erro e quero concertar.Meu filho tem 5 meses.Grata pela atenção.

    ResponderExcluir
  54. Olá Paloma
    Tenho a guarda da minha filha de 08 anos.Eu e o pai dela não chegamos a nos casar,moramos juntos por 3 anos e nesse tempo não conseguimos nos acertar e a separação foi inevitável.Nesta época,minha filha tinha 3 anos,Durante todo este tempo,tenho cuidado dela sozinha e dos meus outros dois filhos do primeiro casamento.Apesar de sozinha e cuidando deles,somos muito unidos.Mas ultimamente,depois de todos estes anos,o pai da minha filha resolveu infernizar a minha vida.Por "raiva"da nossa separação,álias por não ter se conformado com tudo,resolveu colocar a minha filha em uma situação constrangedora.Em novembro ,nós fomos submetidas a um teste de DNA,mesmo sabendo que o resultado dará positivo á ele,o mesmo acha que vai conseguir tirar a guarda da minha de mim.Ele está tentando de todas as maneiras,encontrar um argumento que me impeça de ficar com a criança.Já existe um processo de pensão alimenticia,da qual ele paga 100 reais por mês,faço milagres com este valor,pois com uma criança de 8 anos em idade escolar é complicado.Não estou trabalhando no momento por estar com problemas de saúde,mas tão logo voltarei.
    Mas nas minhas condiçoes ,faço o que posso.Contudo,como senão bastasse,me arrumou mais problemas:ele levou a minha filha para a casa dele,para passar o Natal com a nova familia do pai,e pasmem pra qual não foi a minha surpresa que ele e a sua nova mulher aprontaram:cortaram o cabelo da minha filha e fizeram reflexos em seu cabelo.Minha filha está outra criança(lembrando que ela só tem 8 anos),tudo isso sem meu consentimento.Eu a vi em uma pagina do orkut que ela possui comigo e não acreditei,chorei muito,pois cuido dela com tanto amor e o pai dela faz isso comigo.Passei o Natal sem falar com ela,pois ele não permitiu que ela me ligasse e tbm não consegui falar com ela.A ultima vez em que nos falamos foi no dia 23 e ela me disse que não vai mais voltar pra casa,pois iria ficar com ele.O pai dela me disse que as roupas dela que eu havia mandado,mais pareciam pano de chão e isso me entristeceu demais,pois ao falar com ela,percebi que ele a coagia a falar coisas que ela nunca falaria pra mim.A baixeza dele é tão grande,que ele mesmo me disse qu estava gravando a conversa e entregaria ao seu advogado como prova contra mim.Contra o quê, eu não sei.Agora o ouro lado,ele está casado com legalmente com uma moça que têm 3 filhos(sendo dela),e com ele agora têm um menino de 3 anos e recentemente descobriu estar grávida de novo.Sem contar que ele tbm tem uma outra filha do seu primeiro relacionamento(uma menina de 11 anos).Ele não têm a minima condição para criar a minha filha,pois mora em um apartamento pequeno com a esposa e seus filhos e um cachorro.Não têm condição financeira estável,por ser motorista de caminhão,e sua mulher é quem arca com as despesas.Além do que ,sempre que a minha filha vai pra casa dele,quem cuida dela é sempre a mulher dele.Ele não liga,faz a minha filha cuidar o filho menor dele.Agora que a mulher está grávida novamente,adivinhe quem vai cuidar o menino??Isso não!Quero minha filha de volta e ele me disse que se eu a quiser ,que eu vá buscar na casa dele.Enquanto isso,está de todas as formas mexendo com a cabeça da minha filha pra que ela não volte mais pra casa.Me oriente por favor!se ele não trouxer a minha filha até sabado como foi combinado,o que devo fazer??estou desesperada.E quanto ao pai,o que vai acontecer no sentido juridico,com relação ao resultado do pedido de paternidade que ele já sabe ser positivo(pois nunca negou e não tem a menor duvida)e como isso vai influenciar na revisão da pensão alimenticia de minha filha.Com tudo isso,será que posso entrar com um pedido de visitação supervisionada ou uma ordem de proteção para a minha filha??
    Por favor,peço que responda em meu e-maiL
    lisa.lisa123@hotmail.com

    Aguardo sua resposta o mais breve possivel!

    bju

    ResponderExcluir
  55. Ola Paloma,aqui é o Pai do menino que faz aacd ,falei ha uns dias sobre o descaso da mãe e outras coisas.Tivemos uma conciliação no ultimo dia 19 ,bom ela não foi então não tivemos .Acontece que ela pegou meu filho na casa de minha mãe no ultimo dia 13 e desde então não falo com o menino ,ela não deixa e trocou todos os telefones .Realmente estou chateado pois falava com ele todo dia e viditava de 3 a 4 x semana .Dia 16/01 temos outra e não sei se ela vai ,complicado...

    ResponderExcluir
  56. ola paloma.
    meu nome e Daniele
    gostaria de saber se corre risco de eu perde a aguarda de minha filia que ira nascer daqui 2 semanas morei com o pai dela 3 anos agora que engravidei ele pediu para eu vir mora com minha mae as ultimas semanas mas esta mostrando outra coisa ja falou ate de buscar somente a nene no hospital e que se eu estivesse bem tanto faz pois pra ele so emporta a bebe quais a chance dele moro com minha mae casa propia nao trabalho no momento mas sempre trabalhei o que vc me aconcelha a fazer desde ja obrigada

    ResponderExcluir
  57. olá, não acredito que vc perca da guarda porque ele te abandonou. Nao há motivo para vc perder a guarda, o que vcs precisam é conversar para ver como fica a relação de vcs, aí a partir dessa conversa é que vc pode entrar na justiça para exigir pensão e visitas regulares do pai. Boa sorte, Paola

    ResponderExcluir
  58. Boa tarde preciso de uma ajuda tenho uma filha de 7 anos e quando me separei do pai dela de um relacionamento rapido no ela ainda era um bebe e no inicio ele até visitava pegava ela, mas apos ele conhecer a que hj e a esposa dele ele nunca mais a visitou nem se quer ligou para saber como ela esta,e ela tem bastante problema de saúde e ele não ajuda em nada, e eu entrei na Justiça pra ele pagar as pensão que nunca pagou, e eu e meu esposo recebemos uma proposta de serviço para trabalhar em uma fazenda, e aqui não tem escola e deixei ela com minha mãe para eu vir trabalhar, pago ela pra somente cuidar dela ,e levar a escola natação e como ele não quer pagar pensão e ele recebeu a entimação e ele disse que vai entrar pra tirar a guarda da minha filha de mim, eu vou para a cidade onde ela esta a cada 15 dias vou na sexta e volto na segunda para trabalhar na fazenda.Gostaria de saber se realmente ele consegui tirar ela de mim se eu continuar trabalhando aqui na fazenda...

    ResponderExcluir
  59. Ola, tenho 1 filha de 8 meses estou me separando da mãe dela (apenas morávamos juntos durante quase 3 anos)ela já tem mais 3 filhos ou seja,2 do primeiro casamento (14 e 8 anos) e um outro de 4 anos (de um outro relacionamento) e esta ela tem comigo, ela sofre de disturbio bipolar, mas diz que ja foi curada, (ate onde sei, nao tem cura) tenho evidenciado, (vacinas atrasadas, esquece a menina com a fralda pra trocar, ela fica assada) se eu conseguir provar que ela tem esta incapacidade mental, eu consigo a guarda da minha filha??? obrigado desde ja.

    ResponderExcluir
  60. ola!!separei do meu marido tem um mes tenho uma casal de filho so que ja estou namorando sera que é perigoso eu perde a guarda dos meus filhos cuido bem deles todos os dias levo na escola

    ResponderExcluir
  61. Ola, tenho um filho que mora comigo ha 2 anos, pois me foi concedida a guarda devido a mae apresentar problemas psicologicos e apos a mesma agir contra a sua propria vida, ameacar verbalmente e colocar em risco a vida de nosso filho. Acontece que a mae recorreu recentemente e esta pedindo novamente a guarda, alegando ter condicoes psicologicas e financeiras para cuidar da crianca. Sei que a lei permite que ela recorra, porem gostaria de saber se poderia abrir um boletim de ocorrencia por opressao e chantagem a menor e crime de falsa identidade, pois ela esta oprimindo nosso filho atraves de chantagens e utilizando de outros de subterfugios ilegais (como falsa identidade)fazendo-se passar por supostas autoridades da lei (juizes e promotores) que ligam no celular de meu filho e ficam questionando sobre com quem ele prefere ficar; o que obviamente eu sei que trata-se de algo forjado por ela para chantagear, amedrontar e oprimir meu filho.

    ResponderExcluir
  62. olá, pedi a separação , os bens nem quero saber a unica coisa que eu tenho medo de perder e a guarda da minha filha , pois ele ganha mais do que eu , somos funcionarios publico , em que caso posso perder a guarda da minha finha, este e o meu unico medo... tenho meus pais sempre comigo, e podem me ajudar na educação dela, no caso dele o pai não trabalha e a madrasta de depresão profunda toma muitos remedios. Minha preucupação e por ele ganhar um pouco a mais do que eu em torno de mil reais, Mas quem paga a escola e o plano de saude sou eu , fora as despesas da casa como mercado, agua e luz, ele paga somente o carro, seguro do carro , gasolina , net , tv acabo e telefone.....o que eu faço , pois pedi a separação só de boca .... 23- 01-2012. Obrigada

    ResponderExcluir
  63. Olá Paola!
    Moro em Cuiabá, tenho um relacionameto de 4 anos e minha noiva engravidou há 6 meses.
    Pouco antes deste fato, o relacionamento não vinha bem, pois ela tem um acentuado quadro de transtorno de humor bipolar. Tentamos tratamentos, porém ela não os seguiu e antes da gravidez chegou a misturar bebida alcólica com remédios. Atualmente, há frequentes crises de desequilíbrio emocional.
    Apesar de tentar levar positivamente o relacionamento e evitar brigas no atual período de gestação, após o nascimento da criança terminarei o noivado.
    A família dela me disse um dia que pretendem cuidar da criança e eu terei que pagar pensão.
    Não me recuso a criar meu filho, cuidarei da educação, saúde, alimentação, vestuário, darei afeto, carinho e tudo o que for necessário. Porém, quero a guarda da criança após seu nascimento.
    Minhas dúvidas:
    - se pedir judicialmente a guarda da criança dentro dos fatos apresentados, tenho chances de consegui-la após o nascimento?
    - posso pedir judicialmente, um laudo com o quadro clínico dos psiquiatras e psicólogos que já atenderam minha noiva? Demora muito tempo?
    - Existe grande chance da família dela ganhar a guarda, tendo em vista que tenho condições psicosociais para criar a criança?
    Desde já te agradeço pelo retorno e parabén pelo blog!

    ResponderExcluir
  64. Paola me ajude pelo amor de deus! Tenho 2 filhas estou me separando e meu marido quer a guarda pous soube q eu vou mudar de cidade c as crianças (6 e 5 anos) estou desesperada ! Sou independente e não preciso do dinheiro dele tem alguma chance de eu perder essa guarda? Ps: ainda moramos todos sob o mesmo teto não saí com medo dele alegar abandono de lar e pegar a guarda das meninas!! Me ajudeeeee!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou me mudar para uma cidade q fica a 2 h de avião da dele

      Excluir
  65. ola Paola...
    Meu nome e Camila tenho 21 anos, estou casada a 2 anos com o pai do meu filho que tem 1 ano e 8 meses. casei ja estava gravida dele..
    So que a relacao minha com meu marido ja nao esta dando mais certo..
    Estou gosto de outra pessoa e pretendo larga de meu marido para ficar com essa pessoa..
    o pior e que essa pessoa e um primo meu e mora a 800 km de onde eu moro e tenho que ir pra la..
    sou cabeleleira..trabalhei sempre .. tenho condicoes financeiras e emocional para criar meu filho.. mas eu indo morar em outro lugar com outra pessoa e arriscado eu perde a guarda do me filho, pois meu marido fala que se eu larguei dele ele vai lutar pela guarda dele?

    ResponderExcluir
  66. oi tive uma briga feia com meu marido e sai de casa como não tinha estabilidade deixei provisoriamente minha filha com o pai,mas agora ja me estabilizei sera que consigo a guarda da minha filha?

    ResponderExcluir
  67. Oi, dra. Paola.. Meu caso é o seguinte, fui casada durante 7 anos, e nesse período tive dois filhos, o 1º faleceu com 10 meses.. nasceu doente, e a 2º é uma linda menina.Meu casamento não deu certo, por conta de traições da parte dele e opressões e humilhações a mim.
    Bom, desde q eu decidi me separar, hj já estou divorciada.. meu ex marido nunca deu uma pensão exata a minha filha, e eu também nunca cobrei nada da parte dele.
    Então hj, por ele mesmo ele paga o plano de saúde dela.. e ás vezes ele dá alguma coisa a ela. O resto é comigo.
    Ele refez a vida dele, tem mais 3 filhos, no segundo casamento.
    Já está com 8 anos q nos separamos, minha filha hj tem 10 anos, e tá com 3 anos que eu tbm refiz a minha vida. Tive outro filho, hj com 1 ano e tenho meu companheiro, que é uma pessoa centrada e muito responsável.
    Então desde que me separei, sempre tive casa própria, e renda pra criar e educar minha filha.Eu nunca a expus a nenhum ambiente impróprio ou coisa parecida. Sempre procuro oferecer uma vida boa, e sem fazer alienação parental. Apesar de motivos fortes que eu tenho.
    Ao contrario dele, que briga com ela, ela morre de medo do pai,e chora muito chega a ficar tremendo.Ele vive falando mau de mim e da minha familia pra ela.
    Uma vez ele a levou sem o meu conhecimento pra cidade que ele mora.
    Sempre tá usando a menina, pra me atingir, e eu sempre tiro por menos, pq nunca quis ausenta-la da presença do pai e da familia paterna. Ou seja, aguento tudo pra que minha filha não sofra e nem tenha consequência psicológicas, pois a familia dele irmãos apresenta quadro de disturbio de comportamento, pq o pai dele, educou-os de uma forma muito opressiva e rígida.
    Então dra. hj meu companheiro está em Minas, e quer q eu vá pra lá, morar com ele.. pois ele foi transferido pra a filial da empresa em que trabalha.
    Mas meu ex marido, falou que não permite que eu leve minha filha.. que eu não tenho direito nenhum de leva-la.
    E chegou até em um certo tom.. de uma forma meio que escondida .. em outras palavras me ameaçou!!

    Como devo agir Dra. ?

    ResponderExcluir
  68. fui conhecer meus sogros e deixei minha filha com a avo durante o tempo que fiquei la o pai da minha filha pego a guarda dela e eu nem posso sair com ela oq faço...

    ResponderExcluir
  69. Pergunta:vivi durante qse 4 anos em uniao estavel com o pai da minha filha de 1 ano,so que dentre esse tempo ele nao me respeitou,mal me ajudava,sempre saindo a noite e me deixando sozinha chegando de manha,bebe muito e ja me agrediu varias vezes inclusive na frente da mae dele uma das vezes eu estava com 20 dias de resguardo,trabalho o dia inteiro e quem cuida da bebe e a mae dele,quando saio do trabalho vou direto busca la,pago o plano de saude dela,leite fralda remedio e tudo que ela precisar,como me separei dele faz pouco tempo,ainda nao ficou definido pensao entao tudo sou eu,recentemente encontrei um antigo amor so que ele mora em outra cidade A,inclusive ja morei la antes de vim para B,se eu quiser ir tentar a vida na cidade A com ele casando conforme a lei construindo uma vida,dando uma estrutura como minha filha sempre teve aqui comigo bancando tudo pq o pai ajuda qse em nada ele e egoista e imaturo,como devo agir?posso sair da cidade e comunica lo so quando chegar la?corro o risco de perder a guarda da minha bebe,ela ainda mama e sei que se ele fizer algo so fará para me atingir.por favor preciso de orientaçao agradeco.

    ResponderExcluir
  70. Ola paola, tinha escrevido a um tempo p vc sobre regulamentaçao de visitas, sobre a asituaçao de o pai querer entrar com o pedido de guarda e eu ser garota de programa... ex garta, hj arrumei um emprego, onde ainda estou em fase de adaptaçao, ja estou em uma casa morando com minha mae etc... total estrutura p meu filho. So que com o trabalho, meu horario eh de 13:30 as 22:30 , meu filho ta estudando das 13:00 as 17:30, saio de casa asssim que ele entra no transporte, e depois que ele chega quem fica com o mesmo eh minha tia, ou minha mae, quando chego ele ja ta indo dormir, dai durmo com ele, logicamente kkk. Assim fiz, entrei com o pedido, houve a conciliaçao, e o resultado foi o seguinte: o pai pode pega-lo na escola na quarta, dai ele dorme la, na quinta o paii leva-o p escola, busca-o, retorna p casa dele e na sexta deixa-o na escola, e quando ele largar ele vem p minha casa, e os fim de semanas alternados, so que achei um absurdo, fora que sera totalmente cansativo meu filho sair da casa do pai que fica a 1 hora da escola dele todos esses dias, p voltar o transito eh um caos quase 2 horas para chegarem la onde o mesmo mora. Quero saber se posso revogar, o pai vai entrar agora com o pedido de guarda, quais chances dele ganhar, o fato de eu me ausentar a noite por estar no trabalho, faz com que a preferencia seja dele? oq ue faço dra?
    bjs obrigada
    lais

    ResponderExcluir
  71. Ola paola, sou separada a 2 anos e agora estou entrando com o divorcio e pedido de pensão,temos um filho de 5 anos ,meu ex sempre ajudou nas dispesas do meu filho,porem nunca acompanhou o mesmo na criação,medicos,escola...e hoje ele não dar nada para meu filho,pois recebeu a intimação,disse q não pagara mais nada até chegar a audiencia,disse também que vai entrar com o pedido de guarda alegando que meu filho tem má influencia de meus irmãos e minha mae,onde moramos...tenho chance de perder a guarda de meu filho por morar com minha mãe e irmãos..??? Meu filho mora comigo desde que separamos.

    ResponderExcluir
  72. Boa noite dra. eu me chamo sara,divorciei judicialmente do pai do meu filho ja há 3 anos, depois tive um relacionamento com outra pessoa que não de certo e separei novamente e meu filho sempre morou comigo, hoje casei novamente, trabalho,estudo, e vivemos eu meu esposo e meu filho,de um tempo pra cá o pai do meu filho vem ameaçando tomar ele na justiça pq diz q eu não respeito a criança pq casei novamente, e porque meus pais são alcoolatras, sempre cuidei do meu filho e trabalhei e dou uma condição de vida razoavel pra meu filho com diversão e tudo q uma criança prescisa, a sra acha que ele tem chances de tomar ele na justiça só por estes fatos? ha e ele alega tbm que eu não tenho condições de cuidar dele porque quando eramos casados por causa dos problemas que tivemos no casamento tive depressão,mas nada que ele possa provar, o que a sra acha disso tudo? obrigada e aguardo uma resposta sua.

    ResponderExcluir
  73. vou tentar ser breVE pra que possam me ajudar, me separei a um ano e tres meses e no ato de nossa separação tratei de deixar bem claro como ficariam as coisas temos bens em comum e filhos tbm , diquei com o apartamento e tudo que tem dentro dele e minhas duas filhasdeixei ele com o carro como pensão ficou ele pagando a prestação do apartamento dando uma cesta basica e manteve o convenio medico que a empresa fornece sem custo nenhum a ele a não ser o plano odontologico que custa 40,00 reais o ap 290,00 e a cesta a empresa tbm nao cobra nada dele pois bem, nesse um ano mesmo como antes no casamento nunca foi pai presente na vida das filhas agora depois da separação (detalhe sou auxiliar de enfermagem e trabalho a noite) de uns tempos pra cá vive perguntando pra minha familia e filhas onde vou com quem estou , minha filha hj com 13 anos em agosto do ano passado me vi obrigada a enviar ela pra casa da minha mae no nordeste pra que não se metesse em nenhuma fria ja que trabalho a noite e logico durante o dia preciso dormir pago minha vizinha que cuida muito bem da minha filha de 6 anos devido ao meu trabalho ela passa mais tempo com quem cuida dela do que comigo sempre que to de folga pego ela pra dormir e passar o dia em casa mas como sou eu pra tudo as vezes não tenho como pega-la pra proder pagar contas ir ao medico vida minha filha de 13 anos voltou pra casa tem um mes gracas a deus voltou mais ajuizada ( a pequena faz tratamento psicologico devido a ausencia do pai e a ver os maus feitos da irma no passado) essa minha filha mais velha voltou com minha tia que veio fazer tratamento e esta aqui em ksa pois bem devido ao abalo da pequena contia ficando quando estou trabalhando na casa da pessoa que cuida dela que mora no mesmo predio que eu no andar de baixo então mesmo que ela não durma comigo estou sempre com ela vou levar e buscar as duas no colegio quando tenho tempo mesmo que eu fique sem dormir nao ligo pro pai delas pra pedir nada se precisa ir ao medico remedios roupas pagar escola particular pra adequar o horario eu pago nao ligo pra ele pra pedir nada agora o kra anda dizendo que eu vivo deixando mibnhas filhas com estranhos eu naõ deixo faltar de nada pra elas elas tem tudo do bom e do melhor existe algo que ele possa alegar pra conseguir tirar as meninas de mim por causa das perseguicoes dele querendo saber da minha vida não trago nem namorado na minha casa sendo q por causa das visitas fora de espoca pra ficar usando meu computador e dormindo no meu sofa nao posso ter vida sociavel preciso muito de uma orientação pois nao aguento mais isso e se eu ficar sem minhas filhas prefiro ficar sem vida me ajudem por favor ( ele pega as meninas digo a mais nova quando quer pq a maior nao quer passar final de semana onde ele mora por que nao gostou de lá )

    ResponderExcluir
  74. olá Paola a historia e longa mas vou tentar resumir. Minha irmã saiu da casa da minha mãe aos 19 anos para trabalha em uma cidade que ficava bem distante depois de algum tempo a empresa a transferiu para outra cidade e chegando lá ela conheceu o atual marido e começaram a namorar a empresa quis que ela retornasse , ela voutou mas depois de algum tempo ela abandonou o serviço para ir morar com o namorado . Ela ficou gravida e desde então ele começou a ter amantes isso ja faz quase quatro anos a filha deles tem 3 anos, agora ele começou agredila fisicamete ela não quer denunciar ele porque tem muito medo que ele faça coisa pior com ela. Ele ameaça dizendo que se ela for embora ele ira tomar a menina pois ela não trabalha. Se ela voltar embora para casa da mãe sem procurar a justiça ela pode perder a guarda da criança? Por favor nos ajude.

    ResponderExcluir
  75. Ola, meu nome é Luciana!
    Bom tenho uma irmã com 17 anos, que não cuida do filho, e so pensa em namorar e sair. A criança só é viva ainda graças a minha mãe que sustenta. Porém o pai dele sempre quis a guarda da criança, e na hora minha irmã semmpre diz que é mãe e talz fazendo pose! Como posso ajudar meu ex cunhado? pois a situação esta piorando cada dia mais, pela falta de cuidado e a má educação! Grata att

    ResponderExcluir
  76. Meu ex marido foi embora com outra quando minha filha tinha 10 meses, e dai entao sua familia sempre me ajudou em tudo para cuidar da criança e eu mantinha uma relação parental com os pais dele, visto que nao tenho familia aqui.Mas descobri que os avos paternos procuraram o conselho tutelar para dizer que eu nao quero a criança e que querem a guarda por ela gostar mais deles do que de mim.Já passei muita dificuldade financeira antes, epoca esta em que eles me ajudaram, mas agora cuido bem dela e tenho emprego de boa remuneração e moro com minhas filhas em bom lugar na cidade, e minha filha de 3 anos é extremamente dependente da minha filha de 7(a criança em questão).O conselho tutelar me conhece e sabe que tenho boa indole e que elas estavam comigo. A avó paterna buscou ela na escola e agora nao sei onde esta minha filha e o juiz nao quer dar busca porque no acordo de pensao so foi definido o valor e os dias de visita que ele teria direito, mas nao tem a palavra GUARDA (ele nunca pagou a pensão mas a familia dele ajudou a criar quando eu nao tinha muito dinheiro)Mas agora tenho plenas condiçoes de cuidar dela. O que fazer si nao sei onde ela esta, ja faz 3 dias que nao durmo, eles levaram minha filha e no mesmo dia os avos entraram com pedido de guarda e devem ter sido instruidos a levarem ela pra longe de mim. Meu advogado esta trabalhando, mas estou desesperada, nao sei sequer onde ela esta.O que faço?

    ResponderExcluir
  77. paola é o seguinte eu tenho uma filha de 2 anos do 1 casei novamente e engravidei estou de 8 meses mas esse meu marido e eu terminamoa agora to querendo ir pra curitiba morar com meu pai pq la eu terei mas condição de criar meus filhos mas o pai da minha 1 filha n quer deixar eu levar elaa eu moro com minha mãe o fato de eu estr gravida e n ter companheiro ira fazer eu perde a guarda da minha filhaa

    ResponderExcluir
  78. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  79. Oi Paola meu nome é Grazielle tenho 2 filhos e estou grávida do terceiro, os dois primeiros filhos foi do meu primeiro parceiro, porém não estamos mais juntos e o mesmo abandonou os filhos e nem liga pra saber como eles estão, hoje estou atualmente morando com o meu marido e temos uma situação estável, moramos em casa própria ele trabalha fixado em uma transportadora e é gerente e eu trabalho em casa e vendo acessórios e roupas, mas meus 2 filhos não moram comigo, eles moram com minha mãe adotiva que conseguiu a guarda provisória deles porque na época eu morava na casa dela com meus filhos e o pai das crianças é muito irresponsável e nos colocavam em situações de risco, só que agora a minha mãe adotiva não está tendo condições físicas de cuidar dos meus filhos e quando a mesma fica nervosa por não estar dando conta mais ela me proíbe de ver as crianças, a dois dias atrás chegou uma intimação aqui em casa e na mesma diz que o meu irmão adotivo quer a guarda provisória dos meus filhos e relata que eu não tenho condições de cuidar deles, mas isso não é verdade o meu marido e eu queremos muito que eles venham morar conosco, eu queria saber se meu irmão adotivo que nem tem contato comigo mais tem alguma chance de ficar com a guarda dos meus filhos, e quero saber se tem alguma possibilidade de eu pegar a guarda deles novamente já que o pai deles os abandonou.

    ResponderExcluir
  80. e em caso que dois filhos mais velhos queiram ficar com o pai e um de cinco anos tambem fala declarado que quer morar com o pai no Paraná sendo que tenho quatro filhos dois maiores comigo e dois menores com ela e os dois que estão comigo falam que não querem morar com ela pode o juiz entender que os outros dois menores fiquem com o pai?

    ResponderExcluir
  81. Tenho dois filhos de 07 anos e passei por momentos ruins,tais como desemprego,meu pai operou o coração e minha mãe adoeceu, como tinhamos um bom relacionamento com o pai dos meus filhos o mesmo se aproveitou da fragilidade da situação pegou as crianças para passar as férias e entrou na justiça para pegar a guarda das crianças, denigrindo minha imagem perante a justiça e junto com sua atual esposa pegaram a guarda dos meninos. Sendo que não entrei na justiça porque "mantiamos" um bom relacionamento, eu nunca o proibi de ve-los ou ter contato com muitas pessoas fazem, prejudicando as crianças e deixando-as confusas. O meu ex agora fala muito mal de mim para as crianças e eu por minha vez procuro sempre falar que os amo,e que ficaremos juntos. Entrei na justiça para recorrer,mas mediante a esta situação acabei hoje perdendo meu emprego por ter que sair para ir ao forum e ter que explicar para o meu chefe a situação o mesmo não compreendeu me despedindo por achar que precisaria me ausentar devido ao processo.Me sinto angustiada,desesperada por achar que posso não conseguir a guarda dos meus pequenos, sendo que lutei muito pelos meninos, pois os adotei com 02 meses de idade e tenho muito amor por eles, como uma mãe pode não amar seus filhos? Eu falei para o pai deles que a unica forma dele me destruir seria tirar meus filhos e foi o que ele fez pois nossa separação na epoca nao foi amigavel ele ainda sentia amor por mim e eu preferi viver com os meus filhos do que passar para os meninos mentiras de que eramos um casal feliz, e agora estou pagando um ´preço muito alto. Ele relatou que nunca fui mãe para as criancas, sendo que nunca as abandonei e nunca fui uma mãe ausente e cruel. Sempre os amei e meu unico erro foi me separar do pai deles, e com isso se vingar de mim e tirar meus filhos. Como posso recuperar a guarda, sendo que, entrei com um defensor publico e apresentei provas e testemunhas de que nunca fui ausente com educação dos meus filhos e muito menos nunca os deixe de ama-los. Me oriente por favor!!

    ResponderExcluir
  82. BUENAS PAOLA. Bem, estou separado ha mais de quatro anos e temos um casal, o menino de treze e a menina de seis. Porem, moro em outro Estado. Ultimamente tenho interesse de trazer meu filho pra conviver comigo, no entanto ele nao esta querendo muito. A mae, com dois empregos e uma pos graduaçao em andamento, nao tem quase tempo pra estar com ele e eles ficam no maior tempo com a vó, que ja cuida de outros dois netos. Tal contexto deixa a merce de um cuidado maior do menino. Constatemente ela liga reclamando e suas notas nao estao de acordo com o um bom desenvolvimento educacional e cultural. Estou propondo uma temporado comigo, uma especie de experiencia para ver ser desenvolvimento em outro lugar e com o pai. Com certeza terei maior tempo para estar diretamente com ele e num local menos violento e hostil que é onde atualmente mora na zona oeste do rio de janeiro. Tenho interesse, caso ele nao produza bons resultados na escola e em seu comportamento, acionar a justiça. Grato.

    ResponderExcluir
  83. Boa tarde Paola. A história e a seguinte; tenho uma irmã que conheceu um cara e tiveram um breve relacionamento que gerou uma filha. Ele de principio disse que está não era dele e que queria o DNA, este foi feito e se comprovou a paternidade. A minha irmã sempre deu trabalho pra minha mão, com a gravidez ate que melhorou. Ela e a filha moram conosco. A filha dela sempre ficou com minha mãe desde que ela voltou a trabalhar, agora ela pediu conta do emprego e não esta trabalhando, A filha recebe uma pensão do Pai de R$ 220,00 sendo que R$ 110,00 vai para o plano de saúde. Essa semana a menina adoeceu e foi constatado anemia, e pra completar ela ainda quer leva - lá para a creche mesmo estando doente. Minha mão quer pedir a guarda da menina alegando que esta não tem condições para sustentá-la já que se sabe que R$ 220,00 não bastariam para um mês. Esqueci de mencionar a mãe dela e usuária de drogas e já fez uso das mesas junto da menina.

    O que pode ser feito?

    ResponderExcluir
  84. Ola, boa tarde. Minha situação é a seguinte: tenho um filho de 2 anos e 6 meses. Vivi com o pai do meu filho 07 anos, até que engravidei e ele me deixou. Quando estava grávida ele me pediu que eu tirasse o bebê e por várias vezes disse aos familiares que não queria o filho. Depois do nascimento do bebê, ele me disse em uma discussão nossa que o filho não era dele. Hj, ele tem um contato frequente com meu filho, e o mesmo o adora. Sou professora e ele trabalha no Ministério Público. Não paga pensão alimentícia mas ajuda no que precisa. Ele já me deixou claro que pretende deixar o nenem comigo até que ele complete 05 anos. Sabendo que ele ganha mais que eu, gostaria de saber esse motivo levaria o juiz a dar a guarda do meu filhote ao pai?

    ResponderExcluir
  85. Boa noite!
    Estou passando por uma situação um pouco complicada...
    Tive uma união Estável com uma garota, e dessa união tivemos duas filhas. Moravamos no RJ e com a nossa separação... ela foi morar em salvador na casa de meus pais. Porém ela não cuida da criança da forma que uma mãe deveria cuidar. Minha Mãe, meu pai e minhas irmãs são quem realmente cuidam das criaças. Ela sai o dia inteiro e as vezes some por dias e quando ela chega em casa está irritada e discutindo com minha familia... (o caso é sério) eu pago pensão alimentícia para as crianças, cerca de R$ 1.000,00. Eu posso pedir a guarda das crianças e meus pais podem pedir em Juízo que ela se retire da casa deles? pois não posso deixar ela sair de casa com minhas filhas pois ela não tem para onde ir... Eu moro no RJ (sou militar) mas caso eu consiga a guarda... eu agilizo uma movimentação para salvador para acompanhar o desenvolvimento delas.

    ResponderExcluir
  86. Boa tarde Paola. Meu marido tem um caso parecido. Ele tem uma filha de 10 anos que mora com a gente há quase três anos. A historia é longa. Ele e a mãe da minha enteada, viveram juntos apenas por pouco tempo...ela não tinha um ano quando se separaram. A apartir dai, a ex mulher foi morar com sua mãe e com a menina. Desde então ela teve varios relacionamentos com outros homens, sempre indo morar na casa deles e deixando a menina com sua mãe. Quando se separava de um de seus namorados, volta à casa da mãe e então morava com a filha. Porém o papel de mãe sempre foi da avó. Meu marido por sua vez a busca na casa da avó de 3 a 4 dias por semana, a menina sempre teve cama na casa do meu marido, pois pelo menos metade do mês (as vezes mais) ela dormia por la. Meu marido pagava pensão a avó e excercia todas as obrigações de pai/mãe: levar na escola, cuidar da roupa, lazer e etc. Quando minha enteada tinha 7 anos, a mãe dela se casou com um rapaz que gostaria de começar nova vida em outro estado e queriam levar a menina. Meu marido disse que não, pois ela queria continuar vendo sua filha toda semana. A ex mulher, junto com sua mãe, trancaram a matricula da menina no colégio e a levaram escondida. Meu marido ficou muito mal. Foi visita-la por duas vezes em feriados, mas em praça publica, pois o novo marido de sua ex não queria que ele soubesse onde era a casa onde moravam. Um dia, a menina ligou (escondido de sua mãe e de seu padrasto) contando tudo que eles faziam. Eles batiam nela, se ela desobedesse eles, dormia no tapete e ficava sem o jantar. Meu marido conversou com sua ex sogra que o ajudou a buscar a menina de volta. A propria indicou um advogado a ele, se ofereceu como testemunha no caso dele pedir a guarda da menina. Assim foi feito. Quando ele foi busca-la, ela estava muito magra e com a feição triste. Principalmente, muito magoada com a mãe. E desde então a menina esta conosco. A mãe voltou a nossa cidade, mas procurava a menina de dois em dois meses, não nos passava seus telefones nem endereço. Mesmo assim, qdo ela ligava, meu marido deixava ela sair com a mãe e por vezes dormir em sua casa, pois não achava justo tirar esse direito da filha. Sempre ficavamos nervosos e ansiosos se ela voltaria, Graças a Deus sempre voltava.Em setembro passado, na ultima visita que ela fez a menina, meu marido pediu que a mãe falasse com a menina, pois havia mentido um dia antes sobre uma lição e havia levado uma advertencia do colegio. Ela começou a gritar que isso era obrigação dele e q ela não ia cobrar nada da menina e nunca mais apareceu. Passou o tempo, e faz apenas duas semanas que ela reapareceu querendo a guarda da filha. Pois o processo que meu marido fez ainda esta ativo, pois ela nunca apareceu em nenhuma audiencia. Todo ano a assistente social chama meu marido e sua filha e a mãe para o estudo social. A propria assistente social achou estranho a demora do processo, pois ja atendeu meu marido em estudo sociais três vezes. A mãe também nunca apareceu em nenhum estudo social. Além da mãe estar querendo a guarda da filha, a mãe dela que é testemunha de meu marido disse para a minha enteada que ela deve morar com a mãe! O que piora mais a situação é que o advogado do meu marido começou a fazer corpo mole, dizendo que a mãe vai ficar com a guarda sim. Serio, estou muito preocupada, em primeiro lugar com o bem estar de minha enteada, que sei que comigo e meu marido esta bem. Em segundo lugar com meu marido por ter que passar por isso, sabendo que a ex e seu marido se por acaso conseguirem a guarda podem maltratar novamente e leva-la para longe da gente. Em terceiro lugar com esse advogado, que é um dos melhores amigos da ex sogra do meu marido, por que esta fazendo isso. Gostaria de uma ajuda, um conselho, o que for, estou realmente preocupada com o futuro da menina. Obrigada!

    Att,

    Renata

    ResponderExcluir
  87. Boa tarde, espero que possa me ajudar,
    tenho um filho de 1 ano e cinco meses, tive um relacionamento com o pai dele sem nenhum compromisso, por opção dele, não queria nada comigo, ja morava sozinha e então ele vinha quando queria e por estar apaixonada, me submetia a essa situação,e acabou se resultando num gravidez não planejjada, ao conversar com ele, me deu toda segurança do mundo, disse que iria assumir, me ajudar, que eu podia ficar tranquila. o tempo foi passando e nada disso aconteceu, minha gravidez era de risco e isso acabou dificultando meu trab, trabalhava com vendas e tive que mudar de setor, foi quando minha renda caiu pela metade, e minhas dificuldades se multiplicaram, mesmo mediante a isso nunca pude contar com ele pra nada, nunca foi a uma ultra, nunca me comprou um remédio,quando ele resolvel contaar pra familia dele, a mãe dele ficou contente, comprou coisas para meu filho e desde então me pareceu ser a solução dos meus problemas, nunca os impedi de ver meu filho mesmo o pai não ajudando como sempre, fazia de tudo pra manter meu filho em armonia com a familia paterna, durante a minha gravidez, sempre me diseram pra eu não me preoculpar que quando acabase a minha licença eles ficariam com meu filho (avó) e nada disso ocorreu, quando meligaram da empresa anunciando o dia em que eu iria voltar, avisei a ela, e ai ela disse que eu tinha que ver como eu iria fazer com meu filho, foi uma decepção e um desespero, ela pediu que eu pagasse a sua mãe uma quanttia pra ela tomar conta, e desde então começou todo o meu problema, dias podiam, outros não, com as faltas acabei sendo mandada embora, ai eles pegavam meu filho, niguem reclamava, todos tinha tempo pra ficar com ele, sendo que nunca quando eu precisava, mas uma vez consegui um emprego, e voltei a contar com eles pra eu ir trab, mas começou td de novo, diziam que não podiam ficar, arrumei uma pessoa e eles não aceitam,, passaram a ir todos os dias na minha casa e pegar meu filho, estranhamente agora que eu ja tinha resolvido essa quetam, ninguem reclamava de ficar com o menino, dispensei a pessoa, pois estava sendo em vão, estava pagando sem a ajuda financeira do pai nem de niguem, pra eles pegarem meu filho todos os dias, assim que dispensei a menina, eles começaram tudo de novo, mas uma vez tive que sair do meu trab. e assim veio sendo sempre, toda vez que eu preciso eles não podem, quando estou desponivel, querem levar meu filho, e se eu não ligar eles não trazem, em fim isso veio acontecendo até agora, as coisas pioraram pois eu arrumei outro trab, bem perto de casa,e mesmo assim eles alegaram não poder ficar com o meu filho, mandaram meu filho pra casa quando eu ainda estava no trabalho, pela minha outra filha de apenas 11 anos, dizendo pra eu me virar que lá não tinha ninguem que pudesse tomar conta dele, e eu fiz isso me virei, no mesmo dia fui atraz de uma creche, ele ia começar a adaptaçao na semana seguinte em quantob isso ficaria na minha casa com meu marido, quando ela (avó) ficou sabendo que eu dei meu jeito, que não precisaria mais dela, mandou a sua mãe (bisavó) ir busca-lo, eu como ja tinha ouvido todos os desaforos e dado meu jeito, não deixei ele ir, e fui para meu trabalho, ela (avó) apareceu no meu trabalho, acompanhada de sua irma, me escandalizou, com gritos e difamações, sem falar nas ameaças e intimidações e em seguida, partiu em direção a minha casa, ela (avó)com a ajuda de sua irma danificaram meu portão com socos e pontapés, encadalizando assim tambem meus vizinhos, após quebrarem o portão entraram ameaçaram meu marido que estava em casa com meus 2 filhos e levou meu filho a força. quando fui busca-lo na tentativa de traze-lo de volta, fui empedido pelo (pai) da criança, o mesmo ppai que nunca me ajudou em nada. e hj fazem 8 dias que meu filho esta lá, dei entrada na justiça, pedidno a guarda, acha que existe a possibilidade de eles conseguirem tirar meu filho de mim?

    ResponderExcluir
  88. Ola, por favor preciso muito de orientação, meu marido e eu proibimos a mae dele de se aproximar do predo(nosso bebe de 2 meses) ou d gente sabe pq ela expulsou o andre(meu marido)d ksa e pq ela humilhou muitu agente de todas as formas sabe...ele saiu d ksa dele e fomos morar juntos, foi dificil no começo pq nao tinhamos nada mais graças a Deus conseguimos vencer...entaum decidimos ter um bebe para completar a familia.
    agente nao ker a mae do andre perto d nois pq ela é muitu ruim ...
    aí a tia dele q agente axava q era boa q agente tinha escolhido p madrinha do nenem
    veiu aki em minha ksa dia 4 q era dia d curso d batizado
    dizendo q a bisa do pedro keria ficar com ele
    aí eu e o deh disse q se a mae d deh tivesse la o pedro nao ia sair daki
    quando agente virou as costas ela pego o neenem sem agente permitir
    e saiu com o nenem
    aí o deh ligo na vó dele q e bisa d pedro e ninguem atendeu
    aí eu falei p deh q eles só podiam estar na ame dele
    entaum pegamos a moto e fomos atras p ver.
    quando agente parou a moto n frente d ksa da mae dele ela tava com o pedro no colo e quando ela viu agente ela correu p quarto p esconder o nenem dagente.
    aí o deh entro la e pego o pedro e veio embora e eu desci de moto
    ai agente falo q nao ker nehum deles perto d gente ou d pedro
    agora eles estao falando q vao chamar o conselho tutelar p gente e q vao pagar adivogado p tirar o nenem d mim
    , desde q o nenem nasceu eles estao d olho no nenem kerendo eele sabe...eu e o andre nos damos muito bem graças a Deus e amamos o Pedrinho demais ele é nossa vida, cuidamos bem dele, amamos demais ele...e agora nos kerem tirar ele....a vó e as tias do nenem podem fazer isso??...por favor me ajude, me de um conselho do q fazer diante dessa situação...meu msn eh priih.siqueira@hotmail.com ... desde ja agradeço a sua atenção.

    Priscilla.

    ResponderExcluir
  89. Boa Noite Paola
    Minha historia é um pouco longa mais eu preciso muito de uma luz.Quando tinha 16 anos conheci o pai do meu filho, começamos a namorar e ficamos três anos juntos,porém nosso relacionamento era muito conturbado brigávamos muito ele me agredia e por gostar dele suportava tudo.Quando descobrir que estava gravida fiquei muito feliz e me apaixonei pelo meu filho antes mesmo de nascer. Ele não trabalhava porém eu sempre trabalhei e antes do meu filho nascer falei para ele que eu jamais queria depender da minha família e muito menos da família dele.Comecei a trabalhar com montagem de fantasias de carnaval e ficava até madrugada montando colchetes com a minha mãe para juntar dinheiro para montar o enxoval do bb, ele nunca moveu uma palha td era eu. Quando meu filho nasceu logo comecei me preocupar não queria ter que pedir nada para ninguém, meu bb completou 2 meses então resolvi procurar emprego, consegui um emprego e coloquei ele em uma escolinha do lado da empresa e graças ao DEUS que tenho do meu lado nunca faltou nada para o meu nenem.No ano passado se faziam dois anos que tínhamos nos separados quando entrei em contato com ele para reatarmos e criar nosso filho juntos,porém foi td ilusão não durou um mês eu não tenho sentimento ao contrario dele,terminamos novamente e depois de alguns meses conheci uma pessoa muito especial e opai do meu filho não aceita o fato de eu ter outra pessoa, me ameaça constantemente, sinceramente não faço a minima questão do dinheiro que ele da ao meu filho eu consigo manter o meu filho levar ele no parque no cinema e muito mais. Ele paga 180 por mes quando não da ele some e nem ligga para saber se o filho está bem, agora o mes que ele da se acha no direito de pega o bb quando quiser pega ele na escola e so me avisa depois que ja ta na casa dele sem contar que sempre que o meu filho vai pra la ele diz que o bb fala coisas pra ele coisas que eu não admito nunca desrespeitei meu filho. Sempre que saio levo meu filho comigo,de vez em quando fica com minha mae para ir resolver problemas ou ate mesmo sair com amigas o que e muito dificil. Gostaria de saber se o mesmo pode alegar alguma coisa e conseguir a guarda do meu filho.Tenho muito medo de perde meu piquiitucho ele é lindo. Desde já agradeço a atenção. Muito Grata

    ResponderExcluir
  90. Ola Paola, gostaria de tirar uma dúvida.

    Conheço há pouco mais de 2 meses uma moça que tem um filho de 1 ano e 6 meses fruto de relacionamento anterior. Devido a violencia excessiva do ex, ela acabou "fugindo" para a casa dos pais em outro estado.
    Atualmente o ex marido além de não arcar com as responsabilidades de pai (pensão alimenticia) constantemente vive ameaçando a mãe da criança dizendo que vai aparecer na casa dos pais dela e tomar a criança. Atualmente namoro com esta moça e pretendo incluir tanto ela como a criança como meus dependentes de plano de saúde e arcar com a responsabilidade pela saúde e bem-estar do menor. Qual o melhor caminho legal para evitar o contato do pai visto seu histórico violento?

    ResponderExcluir
  91. clecia
    ola preciso de orientação , hj sou ainda casada com o pai do meu filho , mais o avó dele quer pedir a guarda do meu filho por que o meu marido usa droga,existe alguma possibilidade dele ter a guadar , pois eu trabalho mantenho o meu filho mais velho ,só por que ele tem condições melhores que a minha ele pode ficar com a guarda?contra mim não tem nada de errado fasso tudo pelos meus filhos que desiçóes tomar para resolver esse problema .

    ResponderExcluir
  92. BOA NOITE QUERIDA,
    NAMOREI O PAI DE MINHA FILHA POR NOVE ANOS E ENTÃO ENGRAVIDEI E ELE FOI PARA OUTRO ESTADO, DURANTE A GRAVIDEZ CHEGUEI A LHE DAR CHANCES PARA FICARMOS JUNTOS COMO FAMILIA, MAS ELE NÃO ERA UM HOMEM CENTRADO AINDA, ESTAVA MUITO ILUDIDO COM AS MULHERES, POR ISSO DECIDI COM MUITA DOR NO CORAÇÃO,ABRIR MÃO DAQUELE SENTIMENTO E DESDE ENTÃO LEVO MINHA VIDA SÓ,HOJE MINHA FILHA TEM 7 ANOS, EM CASA MORAMOS SO EU E ELA, SOMOS CRISTÃS E EU SOU ARTESÃ.MAS CONTINUANDO... DURANTE A GRAVIDEZ ELE SO ME AJUDOU COMPRANDO O CARRINHO E O BERÇO E PAGOU UMA CONSULTA, SOMENTE ISSO, E EU TIVE QUE ME ARCAR COM MUITAS DESPESAS, CHEGUEI INCLUSIVE A PEDIR VALE TRANSPORTE NO HC PARA PODER IR FAZER PRE NATAL... BEM MINHA LINDA FILHA NASCEU E ELE PASSOU A DAR A PENSÃO, NADA FEITO JUDICIALMENTE, MAS ELE SEMPRE ATRASAVA E ISSO ME ATRAPALHAVA MUITO,ATE QUE UM DIA EU PROCUREI UM ADVOGADO E PEDI QUE ELE EXIGISSE QUE VIESSE DESCONTADO EM FOLHA DE PAGAMENTO, MAS ELE NÃO COLOCOU ISSO NO PROCESSO E AI UNS DOIS MESES ANTES DA AUDIENCIA O PAI DE MINHA FILHA COMEÇOU A FICAR BONZINHO... E QUANDO AUDIENCIA CHEGOU A JUIZA FALOU SE EU CONCORDAVA COM O QUE ELE JA ESTAVA PAGANDO, MUITO ENGENUA EU CONCORDEI, DIGO ISSO POR QUE EU DEVIA TER EXIGIDO ALI MESMO QUE VIESSE DESCONTADO EM FOLHA DE PAGAMENTO,MAS NÃO FIZ ISSO, POIS ACHAVA QUE O PAI DE MINHA FILHA IRIA SE COMPORTAR BEM DALI EM DIANTE... QUE ENGANO! BEM, NAQUELA AUDIENCIA, HA UNS TRES ANOS ATRAS FICOU DETEERMINADO QUE ELE CONTINUASSE DEPOSITANDO TODO MES R$300 + UM AUMENTO SEGUINDO UMA CERTA TABELA... E ASSIM O TEMPO FOI PASSANDO, ELE TEVE OUTRO FILHO (QUE AGORA TEM DOIS ANOS) E AINDA ASSIM CONTINUAVA ME PAGANDO, SO QUE AGORA (ATE O MES DE MARÇO/12)O VALOR JA ESTAVA R$550,00. BEM O QUE OCORREU É QUE COMO ELE COMEÇOU NOVAMENTE A ATRASAR A PENSÃO EU ENTREI COM UMA AÇÃO, NOSSA AUDIENCIA ESTA MARCADA PARA DEZEMBRO/12, MAS A JUIZA PEDIU QUE A EMPRESA PASSE A DEPOSITAR 20% DO SALARIO DELE (QUE É DE 4 A 5 MIL,VALOR QUE NA VERDADE PODE SER ATE MAIS, VISTO QUE ELE TRABALHA COM MODELAGEM NA EMPRESA JA HA DEZ ANOS)ELE DIMINUI A PENSÃO PARA R$230,00 ALEGANDO QUE SÓ GANHA 1.300 E QUE NÃO TEM NENHUMA RENDA A MAIS,ACHEI UM ABSURDO, POR ENQUANTO ESTOU SUPORTANDO ESSA DIFICULDADE FINANCEIRA.COMO POSSO PROVAR A JUIZA QUE ELE MENTE? QUE SUA RENDA É BEM MAIOR DO QUE AFIRMA??? SERA QUE A JUIZA NÃO DISCERNIRÁ QUE UMA PESSOA QUE POR ANOS PAGOU UMA PENSÃO RAZOAVEL AGORA MENTE DESCARADAMENTE?? E SE EU CONSEGUIR PROVAR QUE ELE MENTE, ALEM DE ELE TER QUE PAGAR O VALOR CORRETO SOFRERÁ ALGUMA PENALIDADE POR TER MENTIDO??? TAMBEM GOSTARIA DE SABER SE ELE CONSEGUE A GUARDA DELA..EU QUERIA PEDIR VISITA MONITORADA,VISTO QUE EM SEU AMBIENTE FAMILIAR ACONTECEM MUITAS BRIGAS E PALVRÕES, INCLUSIVE MINHA FILHA JA PRESENCIOU AGRESSÃO FISICA ENTRE AMBOS, EU CONSIGO?
    ME DESCULPE DOUTORA POR TANTAS PERGUNTAS, MAS PELO AMOR DE DEUS, ME AJUDE, OBRIGADA POR LER O QUE ENVIEI, FIQUE COM DEUS E QUE ELE CONTINUE ABENÇOANDO VC E SUA FAMILIA, UM ABRAÇO.

    ResponderExcluir
  93. Dra. Paola, tenho uma dúvida:
    Estou casada há 8 anos, meu marido tem dois filhos (15 e 13 anos) do casamento anterior. A mãe das crianças pede que o pai fique com a adolecente de 15 anos que esta dando muito trabalho. Eu não aceitei pois, a minha casa não comporta e já tenho uma filha de 16 anos que tbém como todo adolescente dá trabalho. Diz a ex mulher que entrará na justiça para passar a guarda para ele da filha de 15 anos. Pode? Ele é obrigado a ficar? Se a ex mulher abre mão de um dois filhos o juiz entende que não consegue cuidar dos dois? O pai que tem que ficar, não pode ficar com a avó por exemplo?

    ResponderExcluir
  94. Dra. Paola. Fui casada durante 12 anos e temos 1 casal de filhos que depois da separação ficaram comigo. De abril pra ca, tenho outro relacionamento serio, e como ele estava em Sao Paulo e eu no Rio com as crianças. meu serviço tava mal, o dono da casa pediu de volta o imóvel, e eu recebia 100,00 de pensão por cada criança e nem uma ajuda a mais, com isso tudo resolvi vir pra são paulo procurar emprego e recomeçar, deixando meus filhos com o pai.uma semana depois que cheguei descobri que estava gravida, e isso vai atrasar um pouco a vinda dos meus amore, e tenho medo do ex marido não deixar traze-los. ressaltando que, nos temos guarda compartilhada. como devo proceder diate4 da justiça pra me resguardar como mãe...

    ResponderExcluir
  95. Bom dia Dra.Paola me separei faz um dia minha ex mulher brigou comigo e me bateu dpois chamou a policia e foi embora ela tem 19 anos e tem um filho de outro cara q tem 4 anos q eu tratava como filho e temos uma filha de um ano e meio ela agora esta morando com a mãe dela e eu estou na casa em q nós moravamos q é de meu pai ela não trabalha e não completou nem a 7 serie
    como o filho dela pode ser neto de um cara q tem uma boa condição financeira ela gosta mais do menino ela não trata bem a minha filha
    Quando moravamos juntos as crianças tinham uma babá para quando saisemos resolver algo ela ficava com eles so q como eu viajava para fazer entregas de caminhão a minha ex deixava as crianças com a babá e saia para as baladas beber com as 'amigas dela 'e agora será q eu não faço mais entrega gostaria de saber se eu consigo a guarda de minha filha...

    ResponderExcluir
  96. Dra. Paola, Boa Noite.... tenho uma filha que estava casada mais o casamento nao estava indo bem, nesse periodo ela conheceu outra pessoa, e pedi a ela que desse uma chance ao casamento por ela ter um filho de cinco anos, mais não infelismente nesse periodo ela engravidou do outro homen, ela contou ao marido e enfim separaram, agora o marido esta pedindo o divorcio e o meu medo e dela perder o filho por causa da traição ela sempre foi uma boa mãe, ela e meu neto mora comigo, estou apavorada de perder o meu neto.

    ResponderExcluir
  97. Exatamente 1 mês depois, ele me agrediu novamente, me machucando de verdade.
    Fiz novo BO e entrei com ação de pensão alimentícia e regulamentação de guarda.
    Desde então vivo num pesadelo, pois nunca o proibi de ver a criança, mas acontece que ele não quer ver na presença de pessoas da minha confiança. Ele bate o pé que quer levar a criança com ele nos dias de visitação.
    O juiz determinou que as visitas fossem feitas, permitindo que ele levasse o bebê com ele. acontece que por medo, pois conheço o temperamento agressivo dele, não venho cumprindo à essa decisão do juiz. Agora o processo está em fase de execução de sentença.
    Já tentei inúmeros acordos, todos sem sucesso, para que ele veja meu filho na presença dos meus pais.
    Mudei de endereço, mas ele sempre segue meus pais, quando os encontra na rua. Já tem diversos de BO registrados, inclusive tem inquérito rolando.
    Diante de todo esse drama vivido por mim e pela minha famílía, a questão é: é possivel que eu perca a guarda do meu filho, se ele alegar alienação parental?
    Meu filho tem uma vida maravilhosa, faço de tudo por ele. Tento dar a melhor educação, amor, carinho, enfim, tudo que uma criança necessita para crescer e se desenvolver, sendo um adulto integro e de caráter. Ele é extremamente apegado a mim e eu à ele...corremos esse risco?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  98. Dra., boa noite

    Minha história é um pouco longa, mas vou tentar resumir
    Em junho de 2008 conheci o pai do meu filho. No início, como em todo relacionamento, ele era uma pessoa bastante normal e amorosa, mas três meses depois, quando descobri que estava grávida, ele se transformou.
    Ele não aceitava minha gravidez e insistiu muito para que eu tirasse a criança. Chegou a arrumar clínica de aborto para me levar e chegou e ver com alguns amigos, como comprar remédios abortivos para que viesse a tomar.
    Não aguentei tamanha pressão e acabei contando sozinha para os meus pais que estava grávida, que aceitaram muito bem o bebê, dando todo apoio necessário, visto que na época eu estava apenas estudando, pois estava no último semestre da faculdade.
    Bom, o tempo foi passando e mesmo estando juntos, o pai do meu filho não dava nenhum tipo de apoio. Cada roupa, pacote de fralda, enfim, tudo, comprei com meu dinheiro (ganhando super pouco com o estágio que havia conseguido, mesmo estando grávida) e com a ajuda dos meus pais.

    ResponderExcluir
  99. A família dele é bem complicada. Ele foi criado com uma tia e com os avós, pois quando a mãe dele descobrira que estava grávida, pediu para essa tia, que o criasse.
    O pai dele, ele conheceu com 5 anos, salvo engano, e diga-se de passagem, não é uma boa pessoa, é presidiário.
    Essa tia dele, até ajudava e se mostrava preocupada.
    Bom, assim foi durante toda a gravidez....eu era muito maltratada, xingada..até que meu filho nasceu....quando meu filho tinha 3 meses, num domingo a noite, estávamos (eu e meu filho) na casa dele, onde ele mora com os avós e tia...eu estava muito cansada, pois passava noites em claro com a criança chorando e pedi para ele que fizesse a mamadeira do bebê. Ele ficou muito irritado e começou a me xingar, usando palavras de baixo calão, dizendo para que eu fosse fazer a mamadeira, pois ele não iria fazer...fiquei muito aborrecida com a situação, pois já não aguentava mais tanto descaso. Levantei e comecei a dobrar as cobertas do bebê. Quando ele percebeu que eu estava indo embora, ele perguntou aonde eu estava indo e eu respondi que estava indo para a minha casa, junto com o meu filho, e pedi para que ele ligasse durante a semana para que pudéssemos acertar sore os dias de visita e pensão. Ele ficou furioso e pegou meu filho no colo, dizendo que eu poderia ir, mas meu filho iria ficar...meu filho começou a chorar assustado, pois ele começou a gritar e sacudir a criança.
    Bom, resumindo...ele me agrediu, e não devolveu meu filho. Chamei minha mãe e fomos até um posto policial que ficava perto da casa dele...
    Fiz BO
    1 mês depois ele me procurou, se fazendo de bonzinho e pedindo pra voltar. E voltamos. Contei à ele sobre o BO e desde então ele começou a me ameaçar, pedindo para que eu retirasse o BO.










    Exatamente 1 mês depois, ele me agrediu novamente, me machucando de verdade.
    Fiz novo BO e entrei com ação de pensão alimentícia e regulamentação de guarda.
    Desde então vivo num pesadelo, pois nunca o proibi de ver a criança, mas acontece que ele não quer ver na presença de pessoas da minha confiança. Ele bate o pé que quer levar a criança com ele nos dias de visitação.
    O juiz determinou que as visitas fossem feitas, permitindo que ele levasse o bebê com ele. acontece que por medo, pois conheço o temperamento agressivo dele, não venho cumprindo à essa decisão do juiz. Agora o processo está em fase de execução de sentença.
    Já tentei inúmeros acordos, todos sem sucesso, para que ele veja meu filho na presença dos meus pais.
    Mudei de endereço, mas ele sempre segue meus pais, quando os encontra na rua. Já tem diversos de BO registrados, inclusive tem inquérito rolando.
    Diante de todo esse drama vivido por mim e pela minha famílía, a questão é: é possivel que eu perca a guarda do meu filho, se ele alegar alienação parental?
    Meu filho tem uma vida maravilhosa, faço de tudo por ele. Tento dar a melhor educação, amor, carinho, enfim, tudo que uma criança necessita para crescer e se desenvolver, sendo um adulto integro e de caráter. Ele é extremamente apegado a mim e eu à ele...corremos esse risco?
    Obrigada pela atenção.

    ResponderExcluir
  100. oi paola por favor me ajuda...sou casada a 5 anos com meu companheiro que não é pai ds meus filhos, ele é uma pessoa boa cria eles desde sempre.....trabalhador, dedicado e um bom pai....mas o defeito dele é que ele é usuário de maconha e não faz questão de esconder de ninguém...meu ex (pai biológico) está querendo entrar na justiça contra mim...será que por ese motivo eu posso perder a guarda dos meus pequenos?

    ResponderExcluir
  101. Olá! tenho um filho de 4 fruto de um namoro de 4 anos, que desde q nasceu mora comigo na casa do meu pai...bom, o meu relacionamento com o pai do meu filho acabou há mais de dois anos, porém ele com dificuldade de ter p onde levar o filho nos finais de semana q deveria pegá-lo (mora com os pais e eles nao queriam aceitar, pois ele já seria peso suficiente), tem 34 anos e nao adquiriu independencia finaceira...sendo assim, ele dormia nesses finais de semana q teria q levar o meu filho, na casa do meu pai, onde moro...porém faz 2 meses que o pai do meu filho começou a namorar o q fez com q td mudasse radicalmente...ele simplesmente parou de vir p ca e conseguiu autorização de levar o filho de 15 em 15 dias de sabado p domingo... eu apesar tb d ainda nao ter tido condições de sair da casa do meu pai, com mt dificuldade, voltei a trabalhar e a estudar...mas sempre colocando q meu filho é minha prioridade...sempre vejo primeiro como vai ser com meu filho p depois aceitar uma proposta de emprego...hj consigo levar meu filho na escola, pois pego no trab as 13:30 hs...contratei uma van escolar de pessoas d confiança q o pegam p mim e o entregam ao meu pai q fica até eu voltar da aula...minha duvida é, apesar de td minha luta e sacrificio, do meu filho sempre ter morado comigo, td do dia a dia sempre foi comigo...médico, escola, laser...o pai paga a escola(com o beneficio d aux creche q recebe da empresa q trab) e só (do seu salário não vem nada), o resto é comigo...ele teria alguma chance de tirar a guarda do meu filho de mim???

    ResponderExcluir
  102. olá tenho uma amiga que colocou o marido pra fora de casa devido a pessima convivencia onde brigas eram frequentes entretanto ela ainda não entrou com o pedido de divorcio ainda e tem uma filha de 1 ano com ele mas logo apos ela ter colocado ele pra fora de casa ela já começou a sair com outro cara aí seu ex marido esta a ameaçando dizendo que vai tomar a bebe porque ele ganha mais e que ela o traiu, quais as chances dele conseguir a tutela? lembrando que ela é uma ótima mão e fornece á bebê tudo que esta necessita

    ResponderExcluir
  103. Paola, essa questão de uma mãe perder a guarda do filho ainda é delicada para mim... Tenho uma história um pouco difícil de aceitar até hoje! Mas posso dizer que aprendi a lutar pelo que acredito ser meu de direito! A justiça faz do meu filho um objeto, onde ganhei a guarda algumas vezes e perdi outras... Tenho 2 filhos que foram separados pela justiça, uma situação onde ainda me sinto injustiçada e perseguida por uma pessoa que se julga Deus... Tive momentos de pura ingenuidade, onde fechei meus olhos e confiei nas pessoas erradas, isso me levou a encarar o drama que vivo hoje, onde meu pequeno de 3 anos foi tirado de mim e do seu irmão. Venho superando um dia de cada vez e tentando mudar tudo que a justiça julgou estar errado em mim, mesmo sabendo a mãe que sou, porém tendo a certeza de conseguir provar a justiça que cometeu um erro!

    Tenho um blog, onde explico melhor minha história! Ali estão meus momentos de luta e principalmente de grande superação! Onde dedico aos meus filhos meu eterno amor incondicional! http://lilianverly.blogspot.com.br/

    Digo as mães que perderam a guarda de seus filhos... "DESISTIR NUNCA! LUTAR SEMPRE!"

    Por muitos momentos acreditei ser aquilo que a justiça dizia, por puro medo de não conseguir provar o contrário, mas hoje, enfrento de peito aberto e luto por quem é parte de mim... Oro todas as noites para que ele esteja bem, para que seja curado todos os traumas que lhe foi causado! E quando está comigo, dou o meu melhor, sempre!!!

    ResponderExcluir
  104. OI BOM DIA!! ESTOU PASSANDO POR UM PROBLEMA BEM PARECIDO. ME CASEI AOS 18ANOS E FIQUEI CASADA 5ANOS, HJ DECIDE ME SEPARAR POR MOTIVOS GRAVES DA PARTE DELE, ELE E A FAMILIA NAO ACEITA A SEPARAÇAO TIRA MINHA PAZ ME AMEAÇA,DIZ QUE VEM AO MEU TRAB.EU SIMPLISMENT NAO TENHO MAIS PAZ DESDE QUANDO DECIDI ISSO.AGORA P/COMPLETAR ELE E A FAMILIA DISSE QUE VAI TIRAR MEUS FILHOS DE MIM, TRABALHO, SOU UMA BOA MAE, E MEU FILHOS SOFRERIAM MUITO EM SE SEPARAR DE MIM. O PAI TEM MAIS CONDIÇOES FINANCEIRAS DE CRIAR, MAIS NAO TEM CONDIÇOES MORAIS P/ FICAR COM OS FILHOS, NUMCA DEU ATENÇAO A ELES, E SEMPRE FOI MUITO IGNORANT EM CASA,BE3BE MUITO DORMIA FORA DE CASA E ME DEIXAVA SOZINHA COM MEUS FILHOS, MEU FILHO DE 5ANOS VIU MUITA COISA. EM FIM ANDO MUITO AFLITA, NAO TENHO MAIS PAZ PQ ELES NAO ME DAM, E ESTOU COM MEDO DE PERDER MEUS FILHOS POR ELE TER MAIS CONDIÇOES QUE EU. QUERIA UM CONSELHO.

    ResponderExcluir
  105. tenho um bebe 1 6 meses nao tenho emprego sou casada, ocorre que eu e meu marido brigamos muito a ultima vez ele me espancou... e meu nene viu td quero me separar ele disse que nao fico c ele pelo fato de nao ter emprego, no nascimento dele e ate os 5 meses mesmo casados ele nao me ajudava nem financeiramente nem com o nene ele é bombeiro(concurso) e dizia nao ter tempo consulats poucas rars ele foi, mas tempo para pescar ele tem nao aguento mais esse casamento ate mesmo em casa ele nao coloca as coisas nao fica em casa anda bebendo muito... to cansada por causa de emprego perderia meu bebe? ele nao teria q perder o poder familiar?p favor me ajude

    ResponderExcluir
  106. paola; boa noite
    tenho uma filha de 4 anos. me separei judicialmente a 3 anos, o pai nao atrasa pensao pq quando resolvemos separar fiz t,udo direitinho pra descontar direto da conta dele...
    estou tendo um problema porque combinamos que ele poderia visitar quando ele nao tivesse trabalhando, so que ele ta noivo e sai muito ai nao visita a filha, ai a familia acha que eu nao estou deixando.
    e desde que recebo a pensao eu compro as coisas dela la pra casa e compro roupas e sai com ela e pago tambem medico particular so que nao guardo recibos.
    ele veio dizer q a partir de agora ele vai querer recibos, so que nao tenho. Quais sao as chances dele toma ela de mim??

    ResponderExcluir
  107. olá tenho um filho de 7 anos e estou pedindo a guarda na justiça pois ja me casei tem 2 anos e estou querendo me mudar para uma cidade que fica a 500 km da onde moro atualmente, meu ex marido faz mts promessas p meu filho e com isso meu filho expressa que quer ir morar com o pai e inventa varias mentiras, o laudo psicologico do forum veio a favor do meu ex marido, será que posso perde a guarda do meu filho? o que tenho que fazer daqui para frente p evitar que isso aconteça? grata Ellen

    ResponderExcluir
  108. Ola bom dia ,estou com uma historia dificil . Conheçi a minha esposa pela internet e ela veio morar comigo aqui no meu estado . Ficamos na casa da minha mae e ela afirmou que nao poderia engravidar , so que aconteçeu . Ela gravida e sem trabalho e na casa da minha acabei alugando um ap e fomos morar , dai acompanhei toda a gravidez de ir em todos os ultrasons quando dava ia em consultas e ate que minha filha nasceu. Na epoca que voltamos do hospital e ficamos no ap , começou a filtraçao e a coisa ficou feia . Tivemos que mudar as pressas de novo para casa da minha mae e resolvemos tentar comprar um ap , so que ela nao ajudava e nen arrumava um emprego . Eu tenho uma empresa e des de quando ela mudou para meu estado , dou de tudo . Ate a calçinha eu pago pra ela . E como todo mal habido descobri uma converça dela no facebook com um outro cara de sp. A converça era as mais picantes possiveis , de faser planos e tal . Depois que vi a converça nao falei nada a ela e fui procurar um advogado.
    No decorrer dos fatos ela nao faz nada e fica o dia enteiro na internet de papo na casa da minha mae e eu trabalhando e pagando as contas de roupa dela maquiagen restaurantes e afins , gostaria de saber se eu posso ganhar a causa .
    Lembrando a mae dela mora na italia e a avo e a tia moran em outro estado .

    ResponderExcluir
  109. Boa noite, vou ver se consigo resumir a historia.
    Tenho 2 irmãos que moravam com meu pai, meu pai vendeu a casa em que moravam e sumiu por 3 dias, deixando eles na companhia da namorada dele. depois disse minha mãe obteve a guarda deles e foi morar em outro estado, onde temos uma tia, pq lá seria melhor pra eles, pois estavam muito chateados pelo fato de terem sido abandonados pelo nosso pai... no inicio ela até que tentou mudar mais não aguentou e sucumbiu ao seu vicio de bar, bebida e noitada, meus irmãos tem 12 e 16 anos, o de 16 já trabalha.... Ela fica o dia td no bar, não trabalha, quem está cuidando dos meus irmãos é a minha tia, lava a roupa deles, faz comida e acompanha eles em tudo.O de 12 anos vai na escola quando sente vontade. Visto tudo isso o conselho tutelar disse que eles não podem ficar com a minha tia sem o consentimento da minha mãe.além de tudo ela fica fazendo chantagem emocional com eles dizendo que vai devolver eles para o meu pai, que vai sumir e largar eles sozinhos esse tipo de coisa. Agora ela veio com o papo de que vai entregar eles para o juiz colocar no abrigo, gostaria de saber qual a possibilidade disso acontecer, sendo que minha tia já disse que assume legalmente a guarda dele. por favor me ajude, o que meus tios devem fazer??

    ResponderExcluir
  110. A relação minha com o pai de meu filho acabou faz tempo.Meu filho não desenvolveu amizade com o pai dele.só falam amenidades.O pai dele se casou a 4 meses antes mesmo de casar a namorada dele aumentou mais a distancia que já existia antes entre pai e filho.A pediatra dele fala que ele precisa de pscicologo,pra amenizar a situação e não atrapalhar mais na vida emocional social e escolar do meu filho.O pai dele sabe q ele tem deficit de atenção e hiperatividade, e ainda não tomou iniciativa de ajudar o filho..não falo com relação a dinheiro,mas ajuda como pai presente.Não queria entrar na justiça pra pedir que le de atenção ao meu filho..mas pelo meu filho eu vou ter q fazer.Só que tem um problema:faço tratamento de depressão e minha irmã falou que isso pode me fazer perder aguarda de meu filho. Peço esclarecimento,uma orientação por favor.

    ResponderExcluir
  111. Olá Paola,
    tenho um filho de 48 dias de vida,. Nos 3 primeiros meses de namoro ela engravidou e iniciamos o pré natal, quando conversei com a mãe da minha namorada e contei que a filha dela estava gravida de imediato ele expulsou a filha e eu da casa dela, então eu peguei as coisas dela e a levei pra minha casa.Minha mãe adora ela, só que ela é muito ruim não da o braço a torcer pra nada e me fez alugar uma casa pra morar sendo que eu não preciso disto. Pis bem, minha mão me deu a maior força e então eu aluguei uma casa pra morarmos. durante a gestação dela brigamos muito, mais tudo por caua da mão da minha namorada, pois ela nunca veo nos visitar e as 2 vezes que veio arrumou uma confusão comigo que acabou abalando meu relacionamento. Mesmo assim estamos juntos até hoje, pois engoli muit SAPO tudo por causa do meu BB que estava pra chegar. O Amor entre eu e a mãe do meu filho acabou porém gostamos um do outro,mas por causa da mão dela nos não nos damos muito bem. Evito discutir e brigar com ele penso muito no meu filho,só que ela é dificil. Outro lado, ela não faz nada pra ajudar em casa, fala que é desenimada, que sempre foi preguiçosa e não vais mudar porque ela não é feliz. Em casa sou eu quem faço de tudo ela não faz nada e não quer aprender nada, Nem comida ele faz pra ela, se eu não fazer ela passa o dia inteiro sem comer, espero que pelo menos amementar meu filho e amamente. O fato é o seguinte, nós não estamos dando certo dentro de casa, as amigas ficam falando de festas, baladas, etc..., e acho que ela esteja desami,ada com a situação, e eu tbm desanimei porque faço de tudo pra ela e nada ta bom. Quero me separar dela, só que sei que se eu me separar ela vai voltar pra casa da mãe dela com meu filho. Só que a mão dela a expulsou de casa e a mãe do meu filho sabe que as coisas na cas dela não irão ser mil maravilhas porqwue a mãe dela tbm é dificil, só que está se fazendo de boazinha pra nós nos separarmos e ela voltar pra casa. Tenho medo de como elas irão cuidar do meu filho. A mão do meu filho trabalha e ganha 1 salario minimo, a avó trabalha tbm o dia inteiro e a irmã que mora junto trabalha o dia interio e deopois só sai com malucos e balada. Eu tenho trabaho fixo, sou tecnioc em segurança do trabalho a 10 anos, tenho condições financeira pra cuidar do meu filho, a minha mão adora o meu filho e minha namorada, sempre se deram bem, tenho plano de saúde pra mim, meu filho e até pra ela. Gostaria de saber como que faço para ter a guarda do meu filho, onde ela mora é bairro de drogas, até mesmo o tio dela foi assinado perto da casa dela, pois meu filho não vai ter um infancia digna. Já onde eu moro, tem campos de futebol, quadra, parquinho, não tem muito movimento na rua, tem bastante criança pra brincar, a escolinha infantil é perto da minha casa e não tem vendas de drogas e nem vagabundo por perto. Pode me orientar?

    abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa noite li sua historia e me identifiquei pois me coloquei no lugar da mae do seu filho. entao acho q a questao economica n tem nada a ver.e fico pensando porque o pai acha que sempre da conta de tudo. e que o melhor e nao ficar com a mae.acredito q se a mae tem amor pra dar e estrututa psicologica o resto é correr atraz. hoje foi minha primeira audiencia e de antemao aviso que nao e façil. pois tem que se provar uma serie de coisas. o juiz hoje foi claro, disse q trabalha com provas cientificas entao o que a gente acha nao interessa. e a vida pessoal da mae de seu filho e da familia dela nao interessa ao juiz, desde que nao interfira no bem estar dele.

      Excluir
  112. ola, minha filha hoje tem 29 dias e o pai a levou de mim, entrei com o pedido de guarda , tivemos a audiencia e nao entramos num acordo, o juiz solicitou pericia tendente á conciliaçao e mediaçao. estou muito preocupada. o que aconteceu e q antes durante e depois da minha gravidez ele me ameaçava e com isso eu mandava mensagens p ele rejeitando minha filha as vezs chingava . ele fazia o terrorismo comigo, fiquei com tanto medo dele q eu pedia perdao sem estar errada. e eu ja tenho um filho de 6 anos q ele o maltratava. quando ele ficava bravo com meu filho ele o chingava de demonio e vagabundo falava q se qualquerr coisa acontecesse com a filha dele mataria meu filho. ele me intimidava de todas as formas. ate q eu passei o fim da minha gravidez com minha mae. minha filha nasceu e ele se acha dono e q as coisas tem q ser do jeito dele.ele no dia da audiencia alegou q eu sou louca e mostrou as mensagens pro juiz. eu nao neguei disse q toda revolta minha era por conta das ameaças. so q agora ele esta me ameaçando dizendo q vai contar meu passado obscuro e que vai passar a maior vergonha em mim. o meu passado e q ha 3 anoss atras fui garota d programa. e eu nem sonhava em ter minha filha e eu conheço o pai dela a dois. o que eu quero saber e se ha chance d eu perder a guarda dela por isso. o juiz tambem pediu um laudo psiquiatrico q comprove q eu estou em perfeito estado mental, por conta das acusaçoes dele. estou desesperada, pois a mae dele esta de olho na minha filha e da o maior apoio ao filho e eles nao percebem os malefícios desta disputa.ele joga super baixo comigo. estou tao triste q as vezes penso o melhor seria ela ficar com ele, pois ele me ameaça muito e eu ja fiz o b.o. A audiencia foi mais complicada do q eu imaginei,pois nao se pega guarda facilmente, isso é a mae hoje em dia nao e prioridade máxima.mas penso q seria muito injusto se ele tiver essa guarda, pois eu passei o q passei panejei fiz tudo pra minha filha pra no fim eu sair perdendo? na proxima e decisiva audiencia o jiz chamou a mae dele. o qeu eu nao entendo é que se é eu q entrei com o processo o juiz a intimou porque? sendo q ta na cara q ela so vai falar mal de mim, ate porque nos temos um pessimo relacionamento.me ajuda Paola me oriente por favor, me diga quais sao as chances de eu ganhar.desde ja agradeco.

    ResponderExcluir
  113. tenho um filho de 1 ano de idade, sou viúva e atualmente esto namorando um rapaz,moro com minha mãe atualmente mais pretendo me mudar e morar sozinha com meu filho, minha mãe e a familia do meu falecido esposo não aceitam essa idéia, por as vezes eu durmir na casa de meu namorado 2 dias no final de semana, agora elas estão alegando que não estou cuidadando do meu filho e querem me por na justiça para pegar a guarda dele... isso é possivél

    ResponderExcluir
  114. Namorei 5 anos , ao termino do namoro estava gravida, o pai usou a minha gravidez como um gope da barriga, sendo q ele ñ tem a onde cair morto, o meu filho so tem 8 meses ele ta tentando tirar o meu filho d mim, sendo q o meu beber ainda mama, sendo que ele ñ me ajuda em nada, queria saber se corro algum risco, pois morro com os meus pais,, ele que sustenta eu e o meu filho. desde que ele nasceu ñ pude trabalha.

    ResponderExcluir
  115. Prezada Sr. Paola, boa tarde!
    Achei seu blog pesquisando no google, e gostaria de saber se você pode me ajudar esclarecendo algumas dúvidas que tenho.
    Tenho dois filhos uma menina de 7 anos, que depois de muitas idas e vindas eu e mãe dela voltamos a morar junto.E um filho de 1 ano e 3 meses que e minha maior preocupação no momento me separei da mãe dele quando ele ia completar 11 meses, ele é muito apegado a mim. Estou para entrar na justiça para pegar a guarda dele, não quero privá-la dele. Sendo que ela leva uma vida sem muitas responsabilidades.
    Ela usa drogas, não tenho como provar. Tenho a certeza pois quando morávamos junto experimentei com ela, que revelou que já usava a muitos anos.Ela tem mais dois filhos uma menina de 12 e um menino de 10, o pai das crianças morreu de tiros quando eles eram novos.No pouco tempo que convivemos eles me chamam de pai. Tentei mudá-la, como não consegui e essa não era a vida que eu queria para mim me separei, e também porque amo muito a mãe da minha filha.Me separei quando ela estava com 4 meses, e nesse meio tempo ela ficou com um antigo conhecido que é foragido da justiça,essa mesma pessoa deu tiro no irmão dela que é usuário de drogas e na época não deixava que ela entrasse na casa dela que e no mesmo quintal que o dele, ele não morreu e denunciou ela como mandante. Acabai voltando para ela quando meu filho estava preste a nascer alugamos uma casa e formos morar eu ela os 2 filhos dela, mas não aguentei a vida desregrada e nos separamos.
    A pouco tempo fiquei sabendo que o irmão dela sofreu novo atentado agora foi facada e a mesma pessoa foi a responsável, ela se encontra com essa pessoa mais diz que não está com ele.Ela também começou a trabalhar a pouco tempo e tem deixado meu filho de 1 ano com as crianças enquanto eles estão de férias, eu soube pela própria mãe dela que ela pretende por eles para estudar cada um em um horário para assim poderem olhar o irmão.Meu filho era bem gordinho cheio de dobrinhas, desde que nos separamos ele só fez perder peso.
    Já pensei em ir ao concelho tutelar denunciar o fato das crianças ficarem em casa sozinhas.
    Tenho chances de ficar com a guarda dele, não queria usar o fato de que ela é usuária, mais isso me preocupa pois ela me disse que as crianças sabiam que ela usa, o que nunca concordei, desde que me separei dela nunca mais usei nem quero. E também não quero que meu filho conviva com essa situação.

    Me ajude.

    Att:

    ResponderExcluir
  116. dona paola,preciso tirar uma duvida em relaçao a guarda das minhas filhas,o pai delas faleceu a pouco tempo e os avos paternos querem tirar elas de mim judicialmente alegando abandono de lar,mas por motivos de q ele era uma pessoa agressiva,era usuario de bebida alcolica,e usuario de entorpecentes,e muitas das vezes tinha q fugir dele e me esconder em casa de amigos as vezes ficava ausente de casa por motivos as vezes de tentativa de homicidio q ele tentava contra mim mas tinha contato com minhas filhas sempre tando perto delas sem ele saber mataram ele por divida de drogas qndo eu sube eu estava em outra cidade resolvendo problemas do meu filho mais velho qndo retornei de volta os pais dele havia queimado a metade dos meu moveis de casa e pretendem derrubar a casa onde eu morava com minhas filhas e o pai delas desde qndo ele faleceu quase nao tenho contato com minhas filhas.entao nao sei o q fazer

    ResponderExcluir
  117. A minha amiga está querendo separar do marido, pois esse a maltrata muito e estão em pé de guerra. E pra piorar a situação, está desempregada. Se ela sair de casa e for morar com alguém, um namorado por exemplo, perde a guarda da criança?

    ResponderExcluir
  118. Boa Noite a todos, sou pai de uma menina de sete anos, sempre paguei minha pensão em dia, quando fui embora deixei todo dentro do apartamento para ser de uso da minha filha, sai com apenas minhas roupas, visando o melhor para minha filha sempre, deixava o dinheiro do aluguel e tudo mais e mãe simplesmente deixou de pagar o aluguel e hoje tenho uma dívida de mais de 50 mil reais, ela só se preocupa em arrumar um namorado diferente a cada semana, foi despejada do imóvel,a criança esta mal tratada, magra, fora do peso, com hematomas nas pernas, até piolho a criança tem, sempre que a pego nos fins de semana cuido dela, trato com o maior amor e carinho, recentemente a mãe esta morando em um prédio invadido, com individuos que ficam na portaria armados, tem seus pertences constantemente roubados, e quando fui falar que ficaria cuidando da menina até ela se restabelecer melhor e gastaria o dinheiro da pensão com a criança o que é certo, ela simplesmente sumiu com a menina para não perder a pensão. nesse caso se eu chamar o conselho tutelar consigo a guarda da minha filha. por favor estou desesperado sem saber o que fazer e a quem recorrer, se possível me responda por email cajferreira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  119. oi DR paola tenho 27 anos e uma filha de 4 anos,o pai foi embora quando ela tava com 4 meses,as unicas vezes que ele veio ver ela,foi quando ela fez 1 ano,depois 2 anos e agora com 4 anos,ele nunca ligava pra saber dela dessa vez que ele veio,ela no começo não quis ir,eu fui conversando com ela até que ela foi uns dias mas nunca pra dormir,até que ela chegou em casa e me falou que a avo dela tava mandando ela me desobedecer e me xingar e o avo dela tava falando que eu era pobre,feia e burra,o pia sempre me ameaçava de pegar a minha filha.o que posso fazer emm relação a isso que minha filha falou?

    ResponderExcluir
  120. Bom-dia Paola !
    Adorei o artigo!
    Fiquei com algumas dúvidas referente ao assunto ..
    poderíamos trocar e-mails qualquer dia desses ?
    Sou estudante de direito e sua ajuda seria ótima!

    Aguardo contato.

    ResponderExcluir
  121. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  122. Oi Paola, gostaria de conversar com vc, com privacidade pois a minha historia e muito delicada, se vc poder me add carinhodf@gmail.com ou carinhodf@hotmail.com , para que eu posso tirar umas duvidas vou agradecer.

    ResponderExcluir
  123. POR FAVOR ESTOU DESESPERADA

    Tive um relacionameto de 06 anos, dele tive uma filha,Meu ex me batia direto e foi um desses motivos que me fez ir embora. Acontece que quando fui deixei com ele minha filha que na época tinha 2anos e meio, isto em 2006 sofro pois desde então ele não me deixa ve-lá e fica fazendo ameaças e me defamando, ele deixou ela vir aqui umas 2 vezes mais tem que pegar e levar na hora marcada não pode faltar nenhum minuto e é tipo (pode vir agora buscar ela e traz daqui 2 dias é pouco tempo pra eu ir e voltar,como moro longe nem se fosse a jato)moro há 4 horas de viagem dele hj tenho uma união estavel e 2 filhos, e gostaria muito de poder ter minha filha comigo nem que fosse nas férias depois de quase um ano falei com ela ontem e ela me disse que queria morar comigo e que a namorada do pai dela esta a maltratando as irmãs dele e a mãe são a favor dela morar comigo hj ela tem 08 anos.Por favor como devo proceder se moro em outra comarca obrigado.

    ResponderExcluir
  124. boa noite!
    Era G.P e conheci o pai da minha filha assim, moravamos juntos e eu engravidei.
    Hoje minha filha tem 6 meses e me separei a uma semana, o pai dela não tem emprego fixo, vive de coisas ilicitas, bandidagem e coisas ruins...quando brigavamos ele me agredia e ainda me ameacava dizendo que iria contar do meu passado para meus pais
    Estou morando com meus pais e esta sendo uma guerra conseguir qualquer coisa para minha filha, ele ja havia me dito que queria a guarda da minha filha e que em juizo iria expor minha vida com meu passado.Porem ele e uma pessoa totalemnte problematica, tem sindrome do panico, vive trancado dentro do quarto escuro e com a janela fechada, a mae e aposentada do inss e possui pensao do exercito do pai...queria saber o seguinte
    Por ele nao possuir emprego fixo, como sera estipulado o valor da pensao( sabendo se que ele mora na zona sul, possui carro mas tudo no nome da mae)
    ele consegue a guarda da minha filha por eu er sido G.P::;
    o QUe devo fazer

    ResponderExcluir
  125. olá Paola!
    Tenho dois filhos um de 2 anos e outro de 2 meses,morei junto com o pai deles a 2 anos sendo que ha mas de 1 ano ele tem um caso , quando descobri eu ainda estava gravida de cinco meses,e ha quatro meses estamos separado e ele ainda continua com ela, e eu moro em cima da casa da mãe dele e a situação pra mim ta ficando insustentavél continua morando aqui , pois ainda eu o amo e vejo sempre que ele vai a casa dela e as vezes nem volta, eu nao trabalho pois não tenho com quem deixa as crianças e estou querendo pega a guarda definitiva deles para que eu possa ir mora com a minha mãe na paraiba e ele não esta dando a atenção devida aos filhos , vc acha que tenho chance de ganha...

    ResponderExcluir
  126. olá Paloma tudo bem?????
    Estou com um pequeno problema, moro com uma pessoa e já faz 1 ano só que no total já faz 3 anos que estou com ele. Tenho um filho só que não é dele e eles se dão muito bem um com outro. Estou vivendo uma turbulência comecei a trabalhar mas faz pouco tempo dia 5 deste mês meu filho falou que havia aprontado uma arte na escola, que tinha lambido o pipi de um coleguinha, e isso acarretou o problema meu filho disse que tinha visto um filme na tv,da minha casa e isso não tem cabimento não teve nem condição e a gora os avos paternos estão com a quarada provisoria... posso perde-lo ou perde aguada por causa disso.... bjusssssssss

    ResponderExcluir
  127. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  128. Boa noite!
    Estou comum probleminha... ha 11 anos e alguns meses o pai de minha filhas pediu separação, num saiu de casa, pediu p rever a sistuaçãoe engravidei novamente, a familia dele num aceitou e nunca se aproximou, neste espaço de tempo construi uma casa (só... ele nunca ajudou) as coloquei em escola particular, sempre eu quem mantive a casa no sentido alimento (dele tbm), roupas, calçado, Tv, net... médico...
    Ha um ano e meio ele descobriu um problema serio de saude, ainda num saiu do hospital após cirurgia, agora descobrimos o motivo do pedido de separação e do descaso c as filhas, ele tem outra que inclusive frequenta a casa da familia dele ha anos.
    resultado: ele mesmo c/ sequelas neurologicas, quer as filhas, a casa (agora é considerado incapaz) e pensão, quer que eu saia do que contrui para elas, para ele vir com a outra, ou então que venda...
    Pergunta: sou obrigada a vender a casa? Ele ta incapaz, depois, vou morar onde? posso perder minha filha? O que pode levar a mãe que sempre manteve um filho a perde-lo?

    ResponderExcluir
  129. olá boa noite.....na primeira vez que fiquei com o pai do meu filho engravidei, eu mal o conhecia mas como estava gravida começamos a namorar , ele ficou super feliz em saber que seria pai desde então sempre bancou todas a minhas despesas com medicamentos, plano de saude, roupas calçados e tudo mais, comprou tudo que o bebe precisava sempre foi muito presente acompanhou todas as consultas e até o parto..... meu filho está com 15 dias e pai até falou em casamento pois quer ficar perto do filho e tambem diz me amar... mas eu não quero me casar pois não o amo, CORRO O RISCO DE PERDER A GUARDA DO MEU FILHO já que moro com meus pais não estou trabalhando e o pai dele tem condições financeiras bem melhores???

    ResponderExcluir
  130. Morei durante 5 anos com uma mulher,e tivemos dois filhos,peguei duas vezes ela no carro do seu ex,e não tive como tirar fotos ou algo assim para provar,mas consegui pegar um e-mail dela em 2009,quando ela ainda estava namorando comigo até entaõ não tinhamos filho,mas desde essa época ela já vinha me traindo,hoje fazem dois meses que me separei porque ela foi até padaria as 7 horas da noite para comprar pão, e só retornou as 4 da madrugada,então decidi sair de casa,mas agora ela não deixa eu ver meus filhos,posso usar isso contra ela,as traiçoes,e foi por esse motivo que me separei!

    ResponderExcluir
  131. tenho uma filha de 9 anos e moro sozinha com ela! tenho q trabalhar e deixo ela sozinha no periodo da manha e a tarde a deixo na escola! tem a posibilidade de perder a guarda dela?

    ResponderExcluir
  132. ola paola,tenho uma filha de 9 anos e moro sozinha com ela! tenho q trabalhar e deixo ela sozinha no periodo da manha e a tarde a deixo na escola! tem a posibilidade de perder a guarda dela?

    ResponderExcluir
  133. Desde que meu filho tinha 2 anos entrei na justiça de Belford Roxo para receber a pensão e nada foi resolvido o garoto já tem 11anos e eles não resolve nada onde encontrar uma solução tem 2 mandato de prisão no processo mais tudo é como nada esixistice, já estou de saco cheio desse Fórum De Belford Roxo parece que nesse lugar nada funciona pra valer parece a terra do nunca.

    ResponderExcluir
  134. Boa noite!
    Fui casada com um argentino por 7 anos e meio e nesse tempo tivemos 2 filhos. Tive que me separar por vários fatores um por ele maltratar a mim e aos meus filhos do primeiro casamento e outro não menos grave, é que ele trabalha na armada Argentina como espia e me ameaçava de morte (como queima de arquivo) sendo que nunca tive cesso às informações que ele colhia.Nesse tempo desenvolvi depressão, fui internada 2 vezes,os remédios que me eram receitados me tiravam os pensamentos, eu não assimilava. fiquei realmente muito mal.Fui deixando de tomar escondido, tive que forjar uma visita ao Brasil para ver minha família com os meus dois maiores para poder voltar e desde então tudo ficou muito mais complicado. Voltei à Argentina, conversamos, pedi a separação, pedi para que ele cuidasse dos pequenos até que eu estivesse estabilizada, ele concordou. Nunca mais pude falar com meus filhos… se consegui 3 vezes foi muito e já fazem 2 anos.Ligo sempre, não me atendem, isso me frusta demais, pergunto à terceiros... Eu estou imensamente destruída, muito mal, choro todo tempo e não consigo tocar minha vida, porque parece que me tiraram minha alma. Agora que superei a depressão me sinto mais forte para buscar ajuda, mas não sei como começar… Me responda, por favor, que devo fazer. Desde já grata por sua atenção.

    ResponderExcluir
  135. Paola...Minha situação e a seguinte,morei 4 anos com uma mulher e tivemos um filho agora com um ano e um mes...resumindo...nos separamos e ela foi morar com seus pais,que moram em 6 em uma pequena casa,ninguem da casa tem renda fixa...mas oq mais me dói é ver a situção q meu filho se encontra,a vó do meu filho ja ligo pra minha vó pra dize q não sabe mais oq fazer pq meu filho sente muita falta da gente..falo q ele naum come direito tah desesperado e minha ex decha ele com a mãe dela q nem sempre fica em casa ai meu filho fica com as otras crianças,a minha ex tambem não tem emprego fixo...por favor me diz se tem alguma chance de eu ganhar a guarda do meu filho agradeço se for respondido

    ResponderExcluir
  136. Paola eu queria saber se tenho direito a quarde minha filha de 4 anos fomos casados ou moravamos juntos por seis anos nao brigavamos muito mas ela nao me aceitava por eu ter um poblema sexual nao sou gay so que nao tenho mais ereçoes normais como todo mundo e isso foi fazendo que meu casamento fosse indo para a separaçao
    so que depois de estamos separados ainda moramos na mesma casa so que nao como marido e mulher mais depois de eu descobri que ela tem outra pessoa eu briguei
    com ela ai ela pediu pra mim sair de casa so que nao tenho condiçoes hoje pq nao moramos em nossa cidade e ela é pessoa que deve muito ao povo praticamente eu sustento a casa ela mal me daga o aluguel nao compra nada para filha nem roupa coizinhas que a menina precisa eu fiz uma acordo com ela vc paga a escola dela e eu seguro as coisas de casa como luz agua gas feira alem de todo isso ainda pago carro e outras coisa so que depois de disculçao que tivemos ela me pedio para sair de casa
    mais nao tenho condiçoes de sair no momento mais ela diz que vai sair sem ter direito para onde ir vai sair com a cara e a coragem isso influi na decisao judicial e ela por dever muito e nao sobrar dinheiro nem para ela pode influir tambem no assunto e minha filha e bastante apegada comigo ate quando ela vai fazer xixi me chama para limpar ela dou banho visto ela essas coisas que a mae tem o direito de fazer e olha teve uma tempo que minha ex-mulher sai para trabalhar as seis da manha e chegava duas tres horas da manha fazendo o que ue nao sei isso juiz levaria em conta tambem
    nao tenho testemunhas aqui pq moro em outra cidade eu ficava com minha filha todo esse tempo hoje quem leva ela pra um otelzinho sou eu na hora de sair quem troca ela sou eu pego quando chega fim de semana que a chamo para ir a nossa cidade ela nao quer ir e ai coloca a menina pra eu levar para ficar so onde moramos nunca vi ela trabalha tanto mais nao tem dinheiro nem para sustentar a ela mesma temos empregos com carteira assinada so que moramos de aluguel tudo diretinho como tenho que fazer pra conceguir provas para ter a guarda da minha filha nessas condiçoes e por causa dela nao estou conceguino uma escola para minha filha por favor meajude ou me possa dar uam orientaçao de como fazr para ter aguarda de minha filha oque pode pesar contra mim obg beijo

    ResponderExcluir
  137. bom dia, tirei uma menor de14 anos da rua ela se prstituia e usava drogas, minha familia deu apoio e tudo ficamos juntos 1 ano ela ficou gravida e e durante a gravidesela ficou muita agrasiva com inha familia entao logo meu filho nasceu quando ele fez2 mesesela tentou mata-lo depois novamente outra vez, so que ela fugiude casa levando meu filho junto com o pai dela foi pra outra cidade, quero a guarda do meu filho pois ela disse que vai encina-lo tudo de errado, e agora por ser ela uma menor uo perco a guarda do meu filho por favor me responda aguardo

    ResponderExcluir
  138. Olá tenho dois filhos com meu atual marido, a 1 ano estamos em uma crise e estamos por nos separar e ele me ameaça tirar as criancas. Trabalhei com ele 4 anos, e desde então estou em casa cuidando das crianças, ele odeia que eu va para casa da minha mae ou peça ajuda a ela, ele tem uma irma que me odeia e esta fazerndo a cabeça dele para no caso de uma separacao tirar as crianças de mim. Isso e possivel por eu não estar trabalhando? E por ter tido depressão a 4 anos atrás??

    ResponderExcluir
  139. bom dia, tive um relacionamento de dois anos, terminei e estou gravida desse rapaz, ele queria muito que aborta-se como não quis abortar ele ficou com muita raiva de mim me ameaçando mover uma ação na justiça para tirar o meu filho de mim alegando o meu transtorno bipolar, faço tratamento e sou acompanhada pelo meu médico, não quero perder o meu filho ele pode tirara meu filho de mim, e manda pra adoção como ele diz?

    ResponderExcluir
  140. Oi tive um filho com minha ex namorada! so q ela tem depressão muito forte e a maioria das vezes minha ex sogra q olha meu filho! so q ela tem um grave problema de coração! assim como faço pra ter a guarda do meu filho? sera q consigo?

    ResponderExcluir
  141. boa tarde paola,estou morando junto com meu namorado a dois anos,e temos um bebe de 9 meses,eu e ele ja havia brigado no comeco do relacionamento sobre ciumes da parte dele,ele nao pode ver um homem se aproximar de mim ou olhar pra mim que ele vem com toda furia em mim,me fala barbaridades,ele diz que eu estou dando moral para os homens na frente dele e que ele nao gosta que feri com os principios dele que eu tenho que parar de ficar olhando para homens perto dele sendo que eu nunca fiz isso,na verdade nunca entendo a cabeca dele,depois de uns meses engravidei ficou a mil maravilhas,depois que ganhei o bebe fui para cidade dos meus pais passei uns dias e voltei e nossas brigas nao parou mais ele nao gostou de eu ficar muitos dias la ele ensiste em dizer que eu sai com as amigas la.mas eu nao sai fui ver minha familia e levei o bebe para eles conhecr foi caso de necessidade.agora todas as brigas ele me ofendi muito fala mal da minha familia,e toda vez briga por motivos futeis estamos de um geito que acabou o respeito ate bater em ele bateu,e eu nao aceito homem me bater,e estou decidida a me separar dele,so que nao tenho onde ficar aki na cidade onde moramos,no caso teria q voltar pra cidade dos meus pais,vc acha que eu consigo a guarda do meu bebe para ir morar comigo em outra cidade no momento nao estou trabalhando so fazendo faculdade mas qnd eu chegar na cidade dos meus pais eu vou arrumar um emprego.me ajuda por favor me responda,eu perco ou nao meu bebe.

    ResponderExcluir
  142. Me chamo Leandro e gostaria de tirar uma duvida:Minha esposa e eu nos separamos depois de 7 anos casados, ela não trabalha e mora de favor na casa da mãe, a casa onde estão morando esta a venda para partilha de bens pois minha sogra traiu meu sogro e ambos se separaram então a moradia é provisoria estou preocupado
    quando a casa for vendida para onde ela ira com meu filho?Será que consigo a guarda pois moro sozinho, trabalho e atualmente estou sustentando minha esposa e filho mesmo separados?me de uma luz....

    ResponderExcluir
  143. oie meus irmãos estão no conselho tutelar porque minha mae dechava eles sozinhos e não os cuidava adequadamente enfim a historia se repete pois ela fazia amesma coisa comigo e com meu irmão eu tenho 20 anos tenho um filho de 2 anos e moro com o pai dele não somos casados legalmente eu gostaria de saber oque posso fazer para ficar com a quarda deles aquardo resposta.

    ResponderExcluir
  144. oi boa tarde, to passando por uns problemas e preciso de ajuda, fui casada a 6 anos e recentemente estou me separando, pois meu marido e muito ciumento violento e alem de me xingar de todos os nomes possiveis faz isso na frente dos meus filhos, decidi sair pq to sendo ameaçada por ele, porem estou desempregada e vou pra casa dos meus pais, nao posso no momento ficar com os dois, pelo menos ate conseguir um emprego vou deixar lo na casa da avó materna, queria saber se por conta disso qndo for pega-lo de volta posso perder o direito sobre ele? amo meus filhos e nao suportaria perde-lo.
    POR FAVOR RESPONDA ME AJUDE, POIS SE FOR CORRER ESSE RISCO PREFIRO ME ARRISCAR PRA NAO TER QUE PERDE-LO.

    ResponderExcluir
  145. oi....
    ja me saprei ha 1 ano e chagamos a um acordo de partilha, mas ultimamente tenho visto o meu filho com outros comportamentos e educaçao diferentes.
    quando esta comigo é uma coisa e kuando esta com o pai é outra. ele adora o pai e tambem ele faz todas as vontades dele koisa k nao pode ser.....o meu filho tem 3 anos e estou a pensar em ir fora de portugal mas o pai disse ke nao me assina o papel para ele ir tambem....nao estou a fazer por vingança mas sim pelo futuro do meu filho. ele é bom pai nao digo k nao mas ja nao da. queria mt a vossa ajuda para saber o que fazer.....anilda

    ResponderExcluir
  146. Oi dr boa noite. Primeiro queroparabenizar por vc ajudar tantas pessoas. Bom, quero muito que me ajude, pois nem durmo preocupada.
    Minha filha desde que nasceu mora.na cas ameus pais e comigo. O pai da pensao que combinamos e vai ver a menina duas vezes ao mes. Eu casei, quando minha filha completou 6 anos e meu esposo teve que ser transferido a outro estado por sua empresa. Passou um ano , preparei tudo para buscar meus pais e minha filha. Agora o pai dela quer toma-la. De mim, dizendo que eu a abendonei e por estar levando ela para outro estado. Sendo que ela ficou na casa de meus pais e eu sempre ia ve-la. Ele tem alguma chance???? Minha. Filha esta preocupada pq e muito agarrada conosco. Grata

    ResponderExcluir
  147. Oi Paola,
    Tenho um filho e meu casamento está acabando,ele ameaçou tirar meu filho de mim, toda vez q ele adoece ele me culpa, faço de tudo pelo meu filho, não tenho casa própria, mas tenho condições de alugar uma casa para morar e dar uma vida digna para ela, sei que sou uma boa mãe, ele tem alguma chance de ficar com ela? Em relação as nossas rendas eu recebo mais q ele, uma vez q ele já paga pensão de um filho que ele tem.

    ResponderExcluir
  148. Ola Paola!!!
    No meu caso eu tenho dois filhos e com o conciliador nós decidimos que eu ficaria com um e ela com outro, mais isso durou pouco, ela alegou que estava apertado e os parentes estavam maltratando meu filho, só que eu sou um pouco das antigas e não aceito meus filhos fazerem certas coisas, com isso nós brigamos um pouco, só que ela entrou com o divorcio como litigioso sem me perguntar se eu ia ou não assinar. Quero saber se isso pode me prejudicar no caso, seu resolver pedir aguarda dos dois definidamente sem exigir nenhuma pensão.

    Gostei do blog...!!!!

    ResponderExcluir
  149. oi paola meu filho tem 2 anos eu sou menor tenho 17 com 1 ano ele foi para a casa dos avos pois eu tinha que estudar mais nunca deixei d ir la e hoje estou casada (morando junto) o cara q eu estou tem condicoes financeiras ..e ainda por cima foi ele que descobriu minha gravidez e me ajudou a criar o menino dps separamos e agora voutamos ele ama muito meu filho..não é o pai mais cuida bem melhor que o pai e ele é coroa..mais a avó do menino naum gosta dele e não quer me dar meu filho pra criar se eu botar na justiça sera que eu posso ter meu filho de volta? estou desesperada ..

    ResponderExcluir
  150. OI BOM DIA PAOLA:eu tenho um filho de 06 anos ele sempre morou comigo,eu tenho 6 ocorrencias contra o pai e tenho a medida protetiva em outubro de 2012 ele descumpriu ordem e ainda foi cm a namorada na porta da minha casa eu tenho ocorrencia.ele foi cm um Pm na minha casa e o pm retirou meu filho de dentro da minha casa e fez ameaça.nunca empedi dele ve o nosso filho,ate mesmo fora dos dias estipulados ele a mae e irma dele visitava ou ate mesmo levava meu filho pra passear.agora mora em sp vou ao Rj de 15 em 15 n trabalho ele só paga 440 de pensão sendo q a mensalidade é 525 ele n da nada a mais de resto eu que pago ele ta alegando q eu dou alimentação precária ao menor e que falo mal dele.Sendo que meu filho fala q n quer ir pra casa dele e ele a avó e a irma ficam oferecendo brinquedos ao meu filho pro mesmo querer ir pra casa dele.E o mesmo nunca cumpre os hórarios de visita tanto pra pegar quanto pra entregar.Ele tem chances de conseguir a guarda com o alegamento dele?? eu ainda n tive audiencia.

    ResponderExcluir
  151. eu sou de minas tenho uma filha de 2 anos me separei do pai dela pq ele me batia e usava drogas assim qe separamos ele me ameacava de morte e eu com medo vim morar em curitiba com minha irma so qe deixei minha peqena em minas com minha mae e ela e especial; tem sindrome de dowm mais sempre dei cuidado pra ela sempre estive com ela, ja o pai dela ficava 10 meses sem ver ela e ele tambem ja foi casado e tem outra filha so qe nao entendo pq a guarda da outra filha ele nao tentou pegar ;acho qe e por causa da pensao da minha pequena eu gostaria de saber a possibilidade de perder a guarda delaa

    ResponderExcluir
  152. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  153. ola meu pai engravidou uma mulher de 26 anos qse a mesma idade q a minha,soh que detalhe essa mulher nao trabalha,deve deus e o mundo e ainda eh usuária de droga,mora na kitnet da minha mae e nao esta dano conta de pagar,tenho pena da criança q vai nascer pq sei q meu pai nem liga pra filhos,teria alguma chance em evidicar pedindo a garda da criança??

    ResponderExcluir
  154. ola meu nome é lorena tenho 23 anos tenho um filho de quase 3 anos e moro com o pai do meu filho ha 4 anos tenho uma duvida muito grande e espero que você possa me esclarecer por favor estou pensando em me separar do meu marido porque nao aguento mais suas atitudes pois ele faz tudo para as pessoas menos pra mim ele nao me agrada só sabe me estressar estou cansada disso e por isso quero separar dele porem tenho medo de perder a guarda do meu filho porque no momento nao estou trabalhando estou recebendo o meu seguro desemprego meus pais tem duas casas e eu,meu marido e meu filho moramos em uma das casas o dinheiro do meu seguro da pra sustentar eu e meu filho mas mesmo assim tenho muito medo de perder o meu filho o que você acha que eue devo fazer???

    ResponderExcluir
  155. Morei com o pai da minha filha por 3 anos, e durante todo esse tempo ele me agrediu. Estou gravida de 5 meses e meio e após ter sido agredida na frente da minha filha de 2 anos, saí de casa. Ele pegou a certidão dela, eu saí tão atordoada e passando mal, que nem registrei ocorrência. Mas tenho o boletim de janeiro, de agressão e ameaça. Agora ele não para de me ligar, ameaçando tirar minha filha de mim.
    Estou morando em outra cidade, corro o risco de perder a guarda da minha filha?

    ResponderExcluir
  156. Bom dia Paola! Eu tenho um filho de 3 anos, a ex saiu de casa e foi morar com os pais dela não deixava eu ver a criança ate pouco tempo, mais agora ela concordou que eu pegue o meu filho, porem a situação em que ele vive e precaria quando pego ele, ele esta com ematomas e com feridas, nos pes no rosto, eu vendi a casa dividimos os bens, mais ainda nao separamos judicialmente, eu entrei a pouco tempo pedindo a guarda compartilhada e tal e pedi que assistente social fosse verificar a situaçao de vida dele..,,, gostaria de saber sendo que eu moro sozinho tenho uma condição de vida estavel, posso dar um estudo adequado para ele sendo que antes da separacao ele ia pra escolinha e agora nao vai mais, e quero pensar no futuro dele e ele tem um quarto so pra ele na minha casa,... é possivel eu pedir a guarda definitiva qual as chances.... grato Tito.;

    ResponderExcluir
  157. boa tarde
    tenho uam filinha de 3 anos e meio e estou separada a 2 anos estou em um outro relacionamento vou me casar e me mudar de cidade.. a guarda definitiva da minha filha ja é minha porem o pai éum transtornado doido que nao da um centavo pra filha nao ajuda em nada so que quer pega-la cada 15 dias mais 2 vezes na semana eu liberei entramos em acordo porem desde qeu o acordo comecou ele nunca pegou ela 2 vezes na semana apenas uma vive me infernizando ameando e ja ameaco de se matar e matar ela junto caso eu mudasse ou disse que me matira ele transtornado agora gostaria de saber se eu mudar de cidade se ele tem alguma chance de conseguir tira-la de mim sendfo que so eu quem cuido sempre cuidei pago escola convenio ela é menina tenho os cuidados que so mulher sabe ter com meninas vou te ruma casa ela estudara em uma boa escola vou manter o excelente padeao de vida que ja dou a ela.. porem o convivio familiar dela esta todo na atual cidade que eu moro..mais os avós maternos todos estao de acordo com a mudanca ajudando e se preparando para nova adpatacao da minha filha. visto tambem que ela se da muito bem com a familia do meu atual noivo onde tem muitos priminhos tios enfim otimo convivencia devo temer que ele reverta a guarda so porque o convivio familia nao esta na cidade? lembrando que voumorar apenas 2:30 hrs da atual cidade

    aguardo

    ResponderExcluir
  158. ola eu gostaria de saber oque fazer quando o conselho tutelar leva o filho ? oque deveria fazer para pegalos de volta so estou perguntando porque aconteceru com uma amiga

    ResponderExcluir
  159. Boa Noite Paola, vou tentar ser o mais breve possível. Sou casado a 19 anos e uma relacionamento de 22 anos, porém nos últimos 2 anos, venho percebendo que minha esposa anda muito estranha, e já percebi que ela está demonstrando que possui outra pessoa. Tudo indica que ela possui um amante na empresa em que trabalha e por infelicidade estou desempregado e consequentemente fico com meus três filhos em casa onde faço de tudo. Ela simplesmente faz trabalhar no período da tarde até as 23:00h e quando chega em casa, toma seu banho e vai dormir, que por sinal acorda no dia seguinte por volta das 09:00, 10:00h. Não faz nada dentro de casa e faz pirraça insinuando que irá trabalhar e mais alguma coisa. Ela sabe que os meus filhos são tudo para mim, então acredita que pode fazer tudo que jamais irá acontecer de perder a guarda dos filhos. Peço ajuda, se comprovar que ela está tendo outro relacionamento e não dando assistência aos filhos se eu posso ganhar a guarda dos meus filhos?

    ResponderExcluir
  160. CLARO QUE CONCORDO!!! NÃO SÓ NESSE COMO EM OUTROS CASOS, A MÃE TEM QUE PERDER A GUARDA PARA O PAI RAPIDINHO!!! SE O PAI É RESPONSÁVEL E TRABALHADOR, ELE TEM TODO O DIREITO DO MUNDO DE ESTÁ COM O SEU FILHO!! EU CONHEÇO MUITOS HOMENS QUE SÃO PAI E MÃE DENTRO DE CASA! TRABALHAM FORA, LAVAM,PASSAM, COZINHAM, TÊM PACIÊNCIA COM O FILHO!! EU SOU UM DESSES!! A MÃE DO MEU FILHO, POR OUTRO LADO, É MUITO NERVOSA!! VIVIA XINGANDO MEU FILHO E EU SEMPRE O EDUQUEI COM PACIÊNCIA!! HOJE ELE É UM HOMEM RESPONSÁVEL!! SOU ESTUDADO E A MÃE DELE É UMA ANALFABETA, QUE SÓ CURTIU A VIDA COM AS AMIGAS!! O MEU FILHO SEMPRE DIZ PROS AMIGOS QUE TEM MUITO ORGULHO DO PAI!! NÃO É PORQUE É MÃE QUE É SANTA E O PAI É O VILÃO DA HISTÓRIA!! PRECISAMOS MUDAR ISSO!! PORQUE NEM SEMPRE É ASSIM!!

    ResponderExcluir
  161. tenhu 19 anos moro com a minha mae e meu noivo terminou comigo estou gravida de tres meses e ele esta ameaçando tirar o bebe de mim eu nao trabalho e ele tem apto carro e trabalha tenhu chance de perde meu filho?? oqe devo fazer p nao perder meu bebe me ajuda por favor estou desesperada

    ResponderExcluir
  162. boa tarde,
    Meu noivo está correndo atrás da guarda de filha de 5 anos, pois a ex mulher dele, saiu da cidade e não deixou o endereço, e se casou com um cara que é traficante, ela não tem casa própria, não trabalha, ele tentou fazer acordo com as visitas , mas o marido dela se entrometeu e disse que não tinha acordo nenhum.
    ele entrou pra pegar a guarda e tem vários B.O.s contra o marido dela, que bate nela, tem processos contra roubo de carros e motos, será que meu noivo consegue a guarda fácil?

    ResponderExcluir
  163. Boa noite! Hoje estou começando a viver realidades das quais estou tomando ciência que várias pessoas passam, o que me ocorre, estou grávida de três meses, engravidei por vontade minha e de meu namorado, pensamos que ia demorar mais tempo porque tomava remédio mas veio rápido! Porém ele é uma pessoa já antes muito difícil e agora tornou-se ainda mais, tem me tratado muito mal e me alega nunca ter dinheiro para nada! Não dependo financeiramente dele para nada, trabalho na mesma empresa a sete anos e hoje em dia moro em uma casa com minha irmã e cunhado! Porém ele me fala que não tem dinheiro, mas sai escondido pra farras com amigos, viaja para EUA para fazer compras e vender aqui, diz que vai alugar um apartamento, me disse que não tinha dinheiro para pagar a metade sendo eu e ele, mas para ir sozinho ele tem condições!
    Estou procurando desde hoje um advogado porque vou entrar com recurso contra ele, porque se ele pode gastar com estas coisas, porque não desde então com os gastos com o filho?! Estou errada em pensar assim, estou no caminho certo?
    Além de tudo ainda quero ver o seguinte com o advogado, ele é uma pessoa que morou 11 anos nos EUA, então em cidadania americana, tenho medo que ele roube meu filho de mim, existe algum recurso que eu possa usar contra ele para evitar isso?

    Obrigada por poder falar, até falar ajuda! Lidiane Oliveira

    ResponderExcluir
  164. Tenho um filho de 6 anos ,ele sempre morou comigo fica o dia todo na escola porque eu trabalho e a noite fica com minha mãe porque estudo.Ele está com Hipotese de TDHA e anda muito carente .E o pai dele vai casar novamente ,vai ter uma casa e uma familia e anda deixando de dar dinheiro para ajudar nos gastos do dia a dia ,já ameacei de colocar ele na justiça ,mas tenho medo dele colocar eu na justiça e tirar meu filho de mim pelo fato de eu morar com minha mãe,estudar e trabalhar tendo assim pouco tempo disponivel para o meu filho.Ele pode pedir a guarda do filho somente porque sou um pouco ausente devidos as consequencias de ter que trabalhar e estudar??

    ResponderExcluir
  165. Paola, eu tenho um filho de 5 anos,quando ele nasceu, eu ainda vivia com meus pais ate que me casei e meus pais disseram para eu nao levar o miudo, eu ainda nao trabalhava, tempo depois consegui emprego , mas mesmo assim eles impediam me de conviver com meu filho, fazia escalas de visitas, entretanto, consegui uma proposta eu e meu actual esposa para vivermos em outra cidade cerca de 2500km , porem ja com a vida organizada, liguei para os meus pais avisando que virei buscar meu filho, e eles alegaram k nao me daram a crianca por nada.eu gostaria de saber o que faco para levar meu filho? Pois ja pedi varias vezes e dao me a mesma resposta com muita agressividade, como se nada fosse, e ainda mamdaram me registrar meu filho com meu pai, e agora alegam serem eles os pais da crianca.
    E nao primeira vez que eles fazem uma coisa dessas, ja fizeram ao meu irmao em levar sua filha para eles tomarem posse

    ResponderExcluir
  166. Tivemos 1a filha e separamos-nos qnd ela tinha 1 ano. p além de ter traído saia tds fds ficando eu c a filha c menos de 1ano. nunca cumpriu c as obrigações de mae. Deixou a filha a viver cmg e a avo 8 anos, passando escassos fins de semana c a filha teve 1a segunda filha m foi posta na rua após trair o namorado c a pessoa c q esta agora.. Neste momnto em q esta sem casa, vem buscar a filha p tomar conta da irmã.Recentemente, ocultou a morada e fiquei s saber onde estava minha filha. Dias depois a minha filha ligou-me a meia noite dizendo que estava com a irmã e 1 rapaz no quarto a dormir. Chorava pq a mae tinha saído d manha e n aparecia até aquela hora. tivemos 1a discussão e ela n queria entregar a Filha. Começou a fazer chantagens e disse q a partir dai a filha iria morar c ela.
    Achando injusto meti 1 pedido de regulação paternal. A mae nunca contribuiu na alimentação, vestuário, e educação. Visita-a pouco.
    Nas suas relações verificam-se cenas de violência que a miúda presenciou.sua conduta tem sido imoral e minha filha contou que no quarto ela dormia com a mae, namorado da mae, irmão deste e irmã de 2 anos. 5 pessoas. Q tinha 1 casal de idosos q minha filha n conhece nessa casa, mas eram os 2 rapazes que tomava conta das filhas.Desde essa data pus o processo e n mais deixei minha filha sair para a casa dela, permitindo q anmae a visitasse na minha casa.
    gostaria de saber como tribunal procede nestas situações?

    ResponderExcluir
  167. Boa Noite Paola, tenho um filho de 6 meses e não estou me entendendo com o pai dele, que ro me separar, mas se eu for morar com minha mãe ela mora encostada em uma fábrica que faz muito barulho, ele pode conseguir a guarda do meu filho alegando isso?eu trabalho e meu filho fica com minha cunhada, é muito bem cuidado, a casa que moramos é própria e foi adquirida após o casamento, tenho algum direito de ficar com ela? somos casados em comunhão parcial de bens...Ele é caminhoneiro, isso ajuda para eu conseguir a guarda dele mia fácil, já que ele viaja muito?

    ResponderExcluir
  168. Oi Paola, estou numa situação complicada com meu marido. Desde antes do casamento temos brigas feias, houveram até casos de agressões de ambas as partes mas sempre eu saía mais machucada pois tenho menos força. No momento temos uma filha de 5 meses. Eu sou bipolar e já tentei suicídio algumas vezes. Antes de casarmos ele chegou a ter síndrome do pânico. Logo depois que casamos ele teve um ataque em q 4 homens tentavam segurar ele e n conseguiam, ele parou no hospital psiquiátrico e depois consultou e disseram q ele tbm era bipolar, ele começou o tratamento mas em seguida parou por conta própria. Quando eu engravidei ele estava trabalhando, estava empolgado com o serviço e progredindo eu estava no seguro desemprego. Lá pelo 3º mês de gravidez tivemos uma discussão feia por causa de um dinheiro q ele ia gastar c/ jogos de videogame (ele é fissurado por jogos e nossas piores brigas sempre foram por causa disso), nesta briga ele me ofendeu mto além de me empurrar e eu machucar o joelho. Dali em diante começou 1 depressão pesada em q comecei a rejeitar a criança por ter me arrependido de ter engravidado dele.Comecei a tomar chás pra abortar e por fim tentei com um pedaço de ferro mas graças a Deus tudo foi em vão e minha bebê nasceu super saudável.A partir daquela briga na gravidez em que fui extremamente humilhada meu médico psiquiatra me deu remédios "quebra-galhos" afinal o q eu realmente precisava eu n podia tomar por causa do bebê fiquei bem "chapada" a ponto das pessoas notarem na rua, fiquei c/ "tiques" (não conseguia ficar em pé sem ficar me embalando),passei muito mal! Logo em seguida da briga me mudei pra casa de minha mãe e ele vinha qse todos os dias após o serviço me ver c/ uns 6 meses e meio de gestação ele veio p/ cá tbm e entregamos nosso apartamento.Desde então estamos morando aqui. Minha filha nasceu e eu fui melhorando, continuei o tratamento tomando a medicação certa desta vez, os tiques passaram mas eu me sentia muito sonolenta pra cuidar da minha filha. Logo q minha filha nasceu ele largou o emprego pq nossa filha chorava a noite toda e ele não conseguia descansar. Fez um acordo recebeu 1 dinheiro razoável e o seguro desemprego.Até agora ele não procurou emprego. Disse que vai esperar terminar o seguro desemprego e é disso q estamos nos sustentando (até este mês tínhamos o salário maternidade). Durante a gravidez eu recebi auxílio doença por meu diagnóstico de bipolaridade e gestante que durou até o nascimento de minha filha. No momento eu parei a medicação e estou me sentindo melhor do q qdo tomava os medicamentos, com menos sono, embora eu tenha uma perícia marcada p/ dia 04/10 a fim de rever meu benefício. Meu marido no momento está desempregado, minha filha está sem plano de saúde e a última vez q consultou tivemos q pagar particular, ela tbm toma leite artificial, este leite é bem caro. Enfim, até agora n faltou nada pra ela + vivemos na casa de meus pais em basicamente 2 peças com banheiro compartilhado. Meu marido passa os dias sentado na frente da TV jogando e eu ando brava com isso. Estou pensando em me separar dele + qdo falo sobre isso ele diz que irá tirar minha filha de mim pois nem um juiz dará a guarda p/ uma mãe louca que nem eu bipolar, c/ depressão, q tentou abortar a filha q n tem emprego e que ganhava auxílio doença. Eu tenho faculdade mas minha área pagam mto mal em minha cidade, ele só tem ensino médio mesmo assim ganhava razoável no último emprego. Eu me arrependi mto de ter tentado abortar. Me diga, achas que ele pode mesmo tirar minha filha de mim alegando q tentei abortar e que sou bipolar? Os pais dele são separados e a mãe dele é ajuntada com uma mulher da idade do meu marido e n tem casa própria, nem ela nem o pai dele. Meus pais possuem casa própria, são casados e evangélicos. Me ajude por favor estou c/ medo de me separar e perder a guarda da minha filha! Eu não sei mais viver sem ela!

    ResponderExcluir
  169. Ola Paola, vejo que este post é antigo, mas espero que me responda.

    Minha mae foi casada durante algum tempo com uma pessoa e essa pessoa tinha um filho que foi deixado pela mãe, algum tempo depois minha mãe separou dessa pessoa só que a criança permaneceu conosco, foi criado laços afetivos, e já se passaram 8anos, o pai sempre foi presente, mas quem de fato criou foi minha mãe, agora depois de todo esse tempo a mãe biologica apareceu e quer a guarda da criança, ela durante todos esses anos nunca apareceu e nem se quer ligou, ficou sumida no mundo e se envolveu com pessoas erradas, nós estamos muito preocupados porque acreditamos que como mãe ela tem seus direitos, mesmo tendo abandonado o filho com apenas 4 meses. Essa criança tem uma vida ao nosso lado, ela não pode ser tirada de nós de uma hora pra outra,(tem sua casa, sua familia, suas coisas, seus amigos, sua escola), isso seria um crime contra ele. Ele sempre soube que essa mãe existia, mas nem sequer a conhece. Quero saber se é possivel que ela consiga ficar com ele??? Ela tem outros filhos, seria possivel o juiz permitir isso???

    ResponderExcluir
  170. Tenho casa propria, emprego, deixei minha casa para morar com meus pais de idade, meus filhos ficam com minha mae desde pequeno pq sempre trabalhei, sou pai e mae dos meus filhos, não sou de farras, cumpro com minhas obrigações legais de mae, financeiramente, saude e educação...nao tenho ajuda de mais ningeum, minha mae vive com piadas dizendo querer tomar a guada dos meus filhos.... ela tem esse direito??

    ResponderExcluir
  171. Há vezes que o judiciário não tem a devida atenção. Quer seja na falta de melhor material humano, quer seja por impaciência. E muitas vezes por política. (Digo influência). Sou professor das redes estadual e municipal de ensino, separado há aproximadamente 2 anos. Tenho casa, pagava pensão ao meu filho de 10%, mais plano de saúde, escola, condução escolar, roupas e entre outras coisas que eu podia dar. Percebam o verbo no passado. Entrei com o pedido de guarda depois que descobri que o namorado da mãe dele possuia um carro mas não tinha habilitação. Ele foi surpreendido em uma blitz. Enfim, como eles têm ligações políticas, venceram. E eu perdi. Em uma tarde de domingo, eles retornando da praia, se envolveram em um acidente. A ex e o namorado, sobreviveram. Meu filho se perdeu no tráfico de influências. E então morri. Sei que o meu fim está próximo. A depressão é o último estágio da dor humana. É quando a alma assume esta dor. As leis. Aquela maldita juíza, que hoje é prefeita daquela cidade, minha ex e seu namorado que são vereadores, não perceberam o que criaram. Eles irão comigo. Boa sorte aos pais e mães de verdade.

    ResponderExcluir
  172. Eu acho um abi surdo esa lei que só favrese as mães eu sou pai de uma menina de 4 anos, do qual foi de um relacionamento de 19 anos. uma vida bem dizer a mãe e a vô foi logo dizendo que eu só iria ver de 15 em 15 dias, foi uma batalha por que na época eu tava desem pregado e ela tinha arrumado um emprego e com 3 meses mim deixo, ela e muito barra quira ela ia trabalha deixava a menina na casa da vizinha que e a madrinha. e eu nem sabia ate que uma dia descobri. brigamos muito por que saia a mãe dela e ela para trabalha e preferia deixa a minha filha na casa dos outros ou invés de deixa com a minha mãe. se depende da minha filha ela só iria pra casa da mãe pra visita,ela se queixa muito que não gosta de lar, diz que o tiú fala que não sou pai dela, que ele e o pai. fala que a mãe diz palavrão comigo diz que o pai dela e o namorado. em 20011 mesmo foi brinca o carnaval e deixo minha filha com avô. dormiu fora que fiquei sabendo,e quem ficou com a menina foi a avô mais uma vez. fica cantando musica de apologia, diz que o tiú ensina a ela. falei com a mãe a mãe simplesmente falou que musica dos racionais e o que ela tem mais no celular. por que a musica fala da verdade, minha filha quando vem vem muito agitada e violenta quando ligo pra fala com ela dizem que ela ou ta dormindo, ou esta tomando banho. e quando falo com ela ela diz papai ta vindo mim busca! eu to com saudade, eu não gosto da qui não. ai bota pra chora hoje ela esta comigo. quando chega a segunda feira ela já fica pensando, papai eu não quero ir para casa da minha mãe não. eu amo muito a minha filha atualmente estou fazendo um curso de qualificação. que a empresa mandou mais sempre que levo ela ao colégio a professora fala que ela conta os dias e as horas. pra chega o dia de busca ela pra fica comigo, ela conversando comigo falou que a avô sai com a mãe e deixa ela com o tiú e uma pessoa doente que tem na casa o que faço o que devo fazer eu só acho que a casa da mãe não e ambiente para minha filha ser criada eu sinto que minha filha esta pedindo a minha ajuda ela roí muito as unhas e uma criança muito apreensiva pra mim não e normal

    ResponderExcluir
  173. Olá Dr. Paola quero tirar uma duvida. Tenho um bebê de 6 meses e não estou trabalhando no momento ainda estou casada e é ele quem sustenta a casa, mas minha relação não anda muito bem e toda vez que brigamos ele sempre diz que se eu quiser ir embora eu posso ir mas deixo o meu filho, se eu for com o bebê ele entra com o processo pedindo a guarda, nós moramos no Rj se nós nos separarmos voltarei para meu estado morar com meu pais no Pr, tem possibilidade dele conseguir tirar meu filho de mim? Tenho medo de não der certo entre nós e eu nao poder me separar temendo perder meu filho. Me ajuda por favor! Não pretendo me separar pois ainda o Amo mas já queria me prevenir se acaso acontecer! Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  174. Ola Dra.Paola,
    Faço hoje 25 anos,mas me sentido mt triste. Tenho um filho de 3a7meses, moro com o pai na casa dos avos do meu filho. Mas nao sou bem vinda desde sempre,qd eu e o pai do meu filho nos conhecemos eu tinha acabado de completar 20anos,um més depois fui conhecer a família dele,no começo davant pra ficar nina via mas com o passar do tempo ja nao tava mt legal.
    Ai entao fiquei gravida,tinhamos planos de casar e td,mas meu pequen veio primeiro,eu sempre dizia pra o pai do meu filho faltar com os país dele, mas me arrependi, na minha gravides Live altíssim e baixos,tava trabalhando ainda ate os 8meses. So q qd tava de 3meses nao me senti bem e tive q ficar na casa dos país dele(pai do me filho). Meus país moram no interior e nao puresa or pra la. Pois bem,como estiu ate hoje na casa deles ells se afganistan no direito de mandra em td,mas meu problema e: nao sei o q fazer pois nao querol mais ficar aqui,fico com medo deles tornarem meu filho de mim,deles sempre falam q tem ciudad gravadas de mim maltractada meu filho,johan na minha cara q deixeu ele cair da cama qd estava mais novinho. E falam q nao vou conseguir tirar ele daqui,nao estiu trabalhando no momento fiquei pra cuidar dele,mas sempre falam q nao faço nd direito,mas querem q eu arrume casa,lave vasilhas e viure do meu filho td del ninguem ajudar,sendo q tem minha cantada q nao faz nd so fa reclamar. Se eu sair del pegar meu filho e voltar pra buscar depois eu possible perdre a guarda dele????
    E se sair e voltar pra pegar ele com a policia isso complica pra mim??? Nao sei se o pai dele pai me acompanhar...
    Me ajuden por favor.
    Desde ja agraden a vc .

    ResponderExcluir
  175. ola paola , eu tenho a guarda de meu filho a 3 anos pois entramos em acordo com meu advogado e durante o processo a mae abriu mao do menino dizendo que nao tinha condiçoes de criar . pois o acordo que eu fikaria com a guarda e abriria mao de pensao alimenticia e a visita da mae deixei livre . o casamento acabou pelo fato de traiçao pela parte dela , mas ultimamente estou sofrendo ameaças dela que vai tirar meu filho de mim eu posso perder ? ah e o menino diz a ela que nao quer morar com ela

    ResponderExcluir
  176. vou contar sei que vai ser muito dificio para mim... a um ano atraz minha tia fez uma demucia contra minha irma .nesta época minha sintuacao não era boa financeira enta não poderia ficar com as criança...então ela resolvei ficar com as duas com a nicoli e o Gabriel a moça do conselho titular falou que não poderia separa as duas crianças.mais ela não fez isto ela jogou o menino ao mundo se rumo com a minha irma.sendo que ela não poderia entrega o menino para monha irma...ela so que a gualda da menina.mais eu agora tenho uma situação financeira boa e vou luta para fica com os dois já estou com o Gabriel.porque minha tia Sandra não que ficar com ele,,,,pergunto cade a sitente social nesta hora a criança so tem 8anos...

    ResponderExcluir
  177. vou contar sei que vai ser muito dificio para mim... a um ano atraz minha tia fez uma denucia contra minha irma .nesta época minha sintuacao não era muito boa financeira enta não poderia ficar com as criança...então ela resolvei ficar com as duas com a nicoli e o Gabriel a moça do conselho tutelar falou que ela não poderia separa as duas crianças.mais ela não fez isto ela jogou o menino ao mundo sem rumo com a minha irma.sendo que ela não poderia entrega o menino para minha irma...ela so quer a gualda da menina por que diz que a menina e encarnçao da minha mae.mais eu agora tenho uma situação financeira boa e vou luta para fica com os dois já estou com o Gabriel acolhi ele em minha casa.porque minha tia Sandra não que ficar com ele,,,,isto que ela recebe bolsa família da nicoli e do Gabriel.por a assistente social não fico aparte deste assunto de uma criança de 8anos sendo que ela esta com aguarda provisória da crianças. pergunto cade a assistente social nesta hora a criança so tem 8anos...e eu como tia dela quero aguarda delas não quero separa os dois irmãos.falei com ela para pega o Gabriel de volta ela disse que so que a menina.entao para ela que ia lutar para pega aguarda da nicoly ela disse que anicole so sai dela morta da casa dela...e agora se que a justiça vai fazer o certo deixa as crianças comigo, eu acredito em deus que o certo e ficar comigo...

    ResponderExcluir
  178. BOA TARDE PREZADO DOUTOR me chamo rosana e estou vivendo um rama terrivel em minha vida.vivi 10 anos com o pai de minha filha de 10 anos.no inicio foram muito violência psicológica e fisica.tive depressão terriveis,nunca tive apoio familiar e me vi sozinha nesta situação,comecei um tratamento na psicologia e psiquiatria para depressão. hoje estou na universidade e faço curso de estética no senac,estou tentando recomeçar minha vida.como eu não tinha para onde ir e o pai ficou com a guarda,fato esse que muito me preocupa pois o mesmo não estipulou visitaçao e com isso o pai dela se achou no direito de se sentir dono dela. eu não posso participar das atividades escolares pois nunca sei,ele me impediu de busca-la na escola e para piorar nos ultimo 16 dias tivemso uma briga pelo fato de estar educando minha filha ele me queimou com o ferro quente.sumiu com a menina tive que tentar descobrir onde ele estava na terça seguinte. descobri recentemente que ele responde a varios processos pelo fato dele pegar dinheiro emprestado e nao pagar, me parece 3 ajuizados em juizo e ainda que o proprietário entrou com uma ação de despejo por falta de pagamento. tenho aberto todo dia acasa porque aqui e o comercio dele e tenho anotado os nomes de todos os cobradores ,valores ,telefones etc.... na semana passada veio uma senhora de mais de 60 anos ela dona maria jose ela me viu chorando e eu dise o que acontecera. ele me disse que emprestou 400 reais para ele e ele nunca pagou comprou tinta para pintar a casa e nada enrolou ela na segunda vez com 800 reais e ai ela muito braba disse que cobraria com juros ou seje ele vive de dar golpes nas ´pessoas,inclusive em idosos. nao sei como posso fazer para resolver essa situaçao ao meu favor tenho audiência dia 27 agora com juiz. e tenho esses processos que mencionei anterior e o nome dessas pessoas que ele deve,por favor me ajudem,minha filha e minha maior preocupação,não confio nele ,ela e uma criança boa e merece ser poupada desses problemas ele fz questão que ela saiba d tudo isso pois fala na frente dela,nao respeita a infancia dela, discuti na frente dela,manipula ela de uma certa forma porque e assim que faz com seus negócios sujos.como posso no dia da audiência tirar a mascara dele e salvar minha filha de uma pssivel trauma. me orientem lamentavelmente estou pela defensoria que aqui na cidade nao se mee muito.me ajude pelo mor de deus pelo bem de minha filha.fico muito grata rosane

    ResponderExcluir
  179. boa noite.. me chamo marcones tenho um filho de 6 anos , sou militar e pago 35% de pensão, mas nao estou aqui querendo reduzir ou tentando exoneração... queria saber como devo proceder uma vez que pago a pensão para que ela possa dar proventos ao meu filho e a mesma o tirou da escola pelo 2 ano consecutivo.... ele tem o direito de estudar e eu pago uma pensao de 35% referente a mais ou menos 720,00 descontador em folha de pagamento...o grande problema e que moro no rio de janeiro e ela em fortaleza e por isso pesso ajuda neste meu problema... desde de ja grato a quem possa informa em relação a como proceder.. se poderem mandar as orientações para meu email eu ficaria grato!!! marcones_silva@hotmail.com

    ResponderExcluir
  180. Boa tarde, me chamo Lina e tenho um filho de 2 anos e 4 meses, não era casada com o pai dele, moramos juntos por um ano e quando meu filho nasceu com menos de 6 meses terminamos, hoje em dia ele não vem ver o filho, não nos falamos, de vez em quando ele resolve aparecer, da ultima vez o que já faz uns dois meses o filho não lembrou dele, e dai ele sumiu de novo, quero a guarda do meu filho pois vou viajar para o exterior , será que ele pode impedir sendo que ele nem aparece talvez e nem sei como acha-lo ele que entra em contato quando quer, a questão ele pode impedir minha viagem ????

    ResponderExcluir
  181. Boa noite Dr. Paola.
    A dois meses separei da minha mulher, na verdade ela que pediu pois ja vinha me traindo pela internet pois ela nao trabalhava so ficava em casa, bom gostaria de tirar a guarda dela pois vejo que ela nao tem tempo disponivel para minha menina, ela e manicure e trabalha de manhã 08:00; 09:00 ate a noite sem horario especifico então pago uma pessoa que fica com ela nesse periodo, sendo que geralmente o horario que ela chega a menina ja esta dormindo, fora isso o local que ela alugou para morar nao e um local seguro e para completar ela arrumou um cara que nao vejo que e boa pessoa e tenho medo de algum abuso ja que nao e filha dele. tenho mais condiçoes financeiras e estrutura familiar que ela nao tem pois e afastada de todos por ser meia perdida. oque posso fazer?

    ResponderExcluir
  182. eu sou uma mulher divorciada que tem uma filha de 5 anos.Estou namorando um homem que vou morar junto ,estamos procurando uma casa de dois guartos para ela,mas ele naum tem um trabalho legal.o pai dela pode tirar ela de mim por isso?

    ResponderExcluir
  183. Dou testemunho de um grande homem chamado (drsunnydsolution1@gmail.com) que me trouxe ao meu ex depois de 1 ano de divórcio em contato com ele, hoje, é capaz de resolver
    qualquer problema de vocês. que se especializam em
    segue:
    (1) feitiços para se proteger do perigo
    (2) magias
    (3) Love Spell pessoas do mesmo sexo
    (4) magias de cura
    (5) feitiços de invisibilidade
    (6) Magia da riqueza e da fama
    (7) Magia para conseguir um bom emprego
    (8) amor elenco forte e relacionamento
    (9) feitiços para trazer de volta o seu ex
    (10) HIV, SIDA
    (11) Se você quer adotar uma criança, SEM RUA
    (12) Você quer ser rico ou quer realizar rituais

    Ele está a ter grandes poderes e
    generous.You pode contatá-lo (drsunnydsolution1@gmail.com) ser útil sem
    enfatizar juiz hoje

    ResponderExcluir
  184. Dra Paola preciso muito da sua orientação vou tentar resumir minha história
    Tenho uma filha de 19 anos e outra de 4 anos essa de 4 é especial tem agenesia do corpo caloso e hidrocefalia...ela frequenta a apae faz tds as estimulações necessárias para o caso dela ela não senta não fala enfim td ela depende de mim cuido dela 24 hrs
    Bom há 5 meses meu esposo foi trabalhar longe achando que ia ganhar melhor e não pudemos ir junto com ele pq onde ele ia não tinha os recursos que tinha na minha cidade. ..as brigas comecaram e ele acabou me traindo nesse lugar fazia 1 mes que ele estava lá,quis me separar ele não aceitou a separação e é um homem muito violento ele vinha nos finais de semana e ele tentou uma reconciliação e eu não quis ele se alterou e começou ameaçar de morte eu e nossa filha mais velha tive que chamar a polícia registrei BO ele não ficou preso mais ficou proibido de de nos importunar, agora como ele percebeu que não mais reconciliação vomecou a perturbar novamente me mamda msg dizendo que vai tirar minha filha de mim alegando coisas mentirosas como de deixar ela sozinha e que minha outra filha é fumante (mais não fuma dentro de casa)e que eu não tenho condições financeiras pra cuidar dela já que ele paga tds as contas..dra to desesperada não posso trabalhar pq tenhi que cuidar da minha filha,ela vai na apae apenas 3 hrs por dia, não consegui aposentar ela pq tenho uma firma registrada no nome(que ele registrou e endividou e não deu baixa)do meu lado só minha filha mais velha me ajuda e ele banca o resto,mais dra sempre cuidei bem dela com paciência alimentação higiene td ela é especial mais não tem problema de saúde. .meu Deus dra a senhora acha que ele consegue me tomar ela..dra ele não tem paciência é violento tanto que tennho BO pra provar mora sozinho e ele diz que vai pegar um advogado e os pais dele vão ficar com minha filha dr eles são idosos moram no interior onde não tem os recursos que ela precisa...estou assustada dr pq ela é meu tesouro e só eu tenho amor e paciência pra cuidar dela eu vivo pra ela me oriente pq não sei oq fazer. Ti agradeço por disponibilizar esse blog de ajuda e ficarei eternamente grata se puder me responder.bjs fica com Deus.

    ResponderExcluir
  185. Dra. meu nome é Nina tenho um filha de 14 anos que foi fruto de uma relação passageira. No começo ele nem registrou, mas fiz questão de fazer a aproximação e hoje ela passa fim de semana com ele e tudo. Nunca ajudou financeiramente, até pq não pode, já tem família com mais três filhos. O problema é que minha filha foi para um Show de um artista e foi vista por um amigo dele(pai) e o mesmo me disse que iria com conselho tutelar busca-la caso seja informado da presença dela neste tipo de ambiente. Isto ao meu ver pode acabar com o perdimento da minha guarda e como tenho uma situação financeira boa, ele pode até pedi pensão caso aconteça? Será que isso pode acontecer? O pai dela pode pedi a guarda e ganhar, só pq encontrou numa festa?

    ResponderExcluir
  186. ola tenho 27 anos e tenho um filho com 5 anos a minha duvida e esta...eu deixei meu namorado quando ainda estava gravida e quando meu filho nasceu fui a tribunal e ganhei o poder paternal do meu filho e ficou estipulado por tribunal que o pai ajudaria em todas as despezas do meu filho e que daria mais 70 euros mensalmente ,,a verdade e que o pai nunca ajudou em nada e a mensalidade paga mas e so quando lhe apetece porque diz que tem mais duas filhas a quem sustentar a verdade e que agora arranjou uma mulher com mais 4 filhos ou seja sao 8 pessoas em casa dele...para esses tem tudo e para o meu nao tem nada..eu agora recebi uma proposta de trabalho fora de portugal e comuniquei ao pai do miudo que ia sair do pais com a crianca e o pai diz que nao me deixa leva.lo eu tenho o poder paternal e la nao diz se posso sair ou nao do pais..eu nao kero perder esta oportunidade o que faco? obrigada

    ResponderExcluir
  187. Olá!! minha hostória e o seguinte tenho um sobrinho de 9 meses quando ele completou 4 meses a mãe me entregou ele e depois de 3 dias buscou ,e agora ela entregou novamente e buscou novamente e a criança já ficava comigo de segunda a sexta ,meu irmão que e o pai entrou com o pedido de quarda pois todas as vezes que ela deu a criança gravamos tudo ,ele tem depressão bipolar ,gostaria de saber quais são as chances de ele ganhar a guarda ? ela tem mais dois filhos e nenhum mora com ela e eles não são casados .grata Claudiene!!!

    ResponderExcluir
  188. ela que tem deprerssão bipolar ! Claudiene

    ResponderExcluir
  189. Ola, eu namoro um rapaz a quase dois anos, quando nos conhecemos a filha dele tinha acabado de nascer. A mae tem 18 anos nao estuda e quando ela estava com ele, ela ja tinha uma filha de um ano, quando a filha dele nasceu ela nao deixava ele ver, ele só pode ver a filha e conviver depois dos seis meses, agr a menina ja tem um ano e quatro meses, ele fica com ela na parte da manha de segunda a sabado e na parte da tarde ela fica com a baba , detalhe; a baba é menor de idade. A garota estava morando na casa da tia ate o mes passado, mas conseguiu um serviço e alugou uma casa, a questao é que na casa nao tem nada , ela tem uma geladeira um fogao e uma tv que meu namorado deu, ela dorme em um colchao no chao com as duas meninas , ana clara que e filha dela e lais que e filha do meu namorado, ontem ele pegou a lais de manha e amenina nao tinha tomado banho no dia anterior porque nao tem nem agua na casa. Ela nao aceita o nosso relacionamento e diz varias vezes a ele que se eu chegar perto da menina ela nunca mais deixa ele ve-la. Quando a menina nasceu ela fez ameaças dizendo que iria matar a criança se ele nao voltasse com ela, depois disso disse que ia embora pra outra cidase , tudo isso só para ele nao ver a filha . Ele trabalha e mora com a mae, tem muito mais condiçoes de cuidar da menina do que ela. Se ele pedir a guarda definitiva , é possivel que ele consiga ?

    ResponderExcluir
  190. Dra, tive um casamento de 3 anos, tive um filho e me separei qdo meu bb tinha 2 aninhos. Meu ex é alcoolatra, bebia muito e deixava de comprar várias coisas pra casa pra comprar cerveja. Foi um divorcio litigioso pois meu ex não aceitou fazer consensual e não queria pagar pensão pro meu filho. Fiquei com a guarda definitiva do meu filho e o juiz definiu pensão pra ele pagar. Só que ele paga sempre faltando 20 a 30 reais,nunca pagou os materiais escolares q deveria pagar metade e nunca veio visitá-lo desde nosso divorcio. O q eu poderia fazer ? Meu filho já tem 5 anos, eu me casei novamente e tenho outra menininha de 2 anos. Meu filho considera o padrasto como pai, pois o pai de sangue nunca mais quis ve-lo, nem mesmo liga. Liguei para avisá-lo da minha mudança de endereço , mas ele como sempre, só gritoue desligou o telefone na minha cara. Disse que vai pedir revisão de pensão pois tem outro filho ( mais velho q o meu, cuja pensão ele já pagava antes do meu nascer) e não tem condições de pagar o q paga. Disse q não vê o menino pq nao tem dinheiro pra passagem. Estou cansada desse abandono.Meu marido queria muito adotá-lo , então gostaria de saber se isso seria possível, já que o pai verdadeiro o abandonou e apenas paga pensão.O q posso fazer?

    ResponderExcluir
  191. Boa noite.
    Eu tenho duas filhas, fruto de um longo relacionamento - uma com 23 anos e outra com 16. Tenho 43 anos e sou autônoma. Preferi não pedir pensão a que minhas filhas tinham direito (estou separada há 8 anos) por vários motivos. Afora eu ter passado por vários dissabores na separação ( delegacias, hospitais, etc), eu também não regulemantei as visitas por não querer que minhas filhas sofressem a falta do pai. Durante estes anos todos, ele nunca ajudou-as financeiramente e eu arco com todas as despesas financeiras, desde o primeiro dia de separação. Para resumir, nunca pedi pensão delas, dinheiro para escola, roupas ou saúde, ainda que ele tenha muito mais condição que eu. Este ano meu negócio não está indo muito bem e isso está afetando nossas vidas (incluo a mim porque também estou fazendo sacrifícios em nome da economia). Não tenho mais condição de arcar com a faculdade da minha mais velha e estamos com muitas mensalidades atrasadas, tentando um programa de financiamento estudantil. Já consultei um advogado para pedir a pensão da minha filha adolescente e sei que posso ainda, mas uma dúvida que não souberam me responder é se eu poderia coloca-las em prejuízo psicológico se agir tardiamente - como parecendo uma vingancinha. Obrigada.

    ResponderExcluir